Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

TAQUES DEFENDE QUE PDT DEIXE A BASE DE DILMA

Publicado em: 27/4/2015

images_cms-image-000431261

Depois das críticas do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, ao governo do PT, o pedetista e governador de Mato Grosso, Pedro Taques, afirmou que sempre foi “independente” e “crítico dessa submissão da sua legenda ao Partido dos Trabalhadores”; “Acredito na honestidade da presidente, mas erros foram praticados”; Taques não é alinhado politicamente à Direção Nacional do PDT e tem recebido convite para mudar da legenda, entre elas o PSB

 

Mato Grosso 247 – O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PDT), defendeu, na noite deste domingo (26), que a legenda deixa a base aliada da presidente Dilma Rousseff (PT). O presidente nacional da sigla pedetista já havia criticado ao governo petista, ao dizer que os membros do PT “roubaram demais”.

“Há muito tempo venho dizendo isso e muitos fizeram ouvidos de mercador. Pena que só agora alguns entenderam, antes tarde do que nunca”, disse Taques à Agência Estado. Taques não é alinhada politicamente à Direção Nacional do PDT e tem recebido convite para mudar da legenda, entre elas o PSB.

Taques disse que sempre foi “independente” e “crítico dessa submissão do PDT ao PT”. “Acredito na honestidade da presidente, mas erros foram praticados”, acrescentou.

Apesar de defender que o PDT deixe o governo Dilma, o governador se mostrou reticente quanto a uma possível saída do ministro do Trabalho, Manoel Dias. “Sinceramente não sei se isso (saída da aliança) é bom, quem ficou tanto tempo, não sei se tem direito de sair, mostra um pouco de uma postura oportunista”, observou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*