Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



SAIDA DE J.CARLOS DO PT EXIGE REFLEXÃO DO PARTIDO, DIZ GERALDO SIMÕES

Publicado em: 12/2/2015

Geraldo Simões diz que PT perde liderança “histórica, orgânica, de massas e articulador”

O ex-deputado federal petista Geraldo Simões, que foi prefeito de Itabuna e ex-secretário da Agricultura no governo Jaques Wagner, fez hoje, em sua página no Facebook, um protesto contra a saída do PT do ex-deputado estadual J. Carlos, que aderiu ao prefeito ACM Neto (DEM), de quem vai ser assessor especial na Prefeitura de Salvador. Num texto equilibrado e bem redigido, Simões afirma ser uma pena para o partido perder uma liderança nos seus 35 anos de fundação da qual precisa tanto por seu perfil de “histórico, orgânico, liderança de massas e articulador” e ainda mais neste momento, e em que os “adversários estão cada vez mais articulados”. “No momento em que nosso partido comemora seus 35 anos de fundação no Brasil, nos chega a notícia da saída de um valoroso companheiro, o ex-deputado estadual Jota Carlos. Liderança entre os rodoviários de toda a Bahia, muito querido pelo povo da região do Subúrbio Ferroviário em Salvador, Jota Carlos tem as qualidades de que tanto o PT necessita nesse momento: é histórico, orgânico, liderança de massas e articulador. Tive a honra de dobrar com ele em duas eleições, e sempre cumpriu todos os acordos. Acredito ser um momento delicado para o nosso partido, em que a ordem deveria ser aglutinar e reforçar suas lideranças, porque nossos adversários estão cada vez mais articulados. Hora de refletirmos sobre nossas responsabilidades e sobre o nosso lugar na história desse partido que tanto contribuiu e contribui para a transformação da vida de milhões de brasileiros e baianos”, escreveu o petista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*