Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !







RAPPER IBOTIRAMENSE CONQUISTA SÃO PAULO

Publicado em: 18/2/2019

João Batista Alves da Cruz Ribeiro, 35 anos, deixou a cidade de Ibotirama, no interior da Bahia, e foi para São Paulo onde se tornou o rapper e empresário João Bazilio.

Em busca de uma vida melhor, Bazilio foi para São Paulo, na década de 90, com sua família. Atualmente é casado e tem quatro filhos.
Em entrevista exclusiva ao Informativo da Bahia João Bazilio fala sobre sua trajetória de sucesso. Confira:

“Sempre sofri preconceito por ser do nordeste”.

Como conheceu o Rap?
Assim que cheguei na “Terra da Garoa” sofri muito, uma, por ser nordestino e a outra, pela saudade da minha cidade e minhas raízes, aquelas que nunca esqueci! Um amigo me apresentou o RAP, na época que andava de Skate, e essa nova musicalidade me chamou muito a atenção, por suas letras realistas e uma forma diferente de se expressar. Fiquei encanto com aquela poesia que relatava todo o cotidiano da minoria.

Teve o apoio da família?
Sim, eles sempre estiveram do meu lado. Nunca questionaram a minha escolha e até hoje me apoiam, pois veem o meu amor pela arte.

Por que o Rap e não outro estilo musical?
Porque de cara me identifiquei, pois aquelas letras, batidas a forma de se vestir e expressar me representava muito! É uma parada que tinha que ser!  Igual o repente com o sertanejo quando ele está inspirado, a rima flui!

Você sofre (ou sofreu) algum tipo de discriminação por ser rapper?
Sempre sofri preconceito por ser do nordeste. Com o Rap existe um “preconceito”, devido às roupas largas, o jeito de falar, de andar e de se comportar perante a sociedade. Hoje em dia, quebramos alguns paradigmas e como costumo dizer, “Não falo palavrão e nem mato ninguém nas minhas letras” esse Rap que faço é bem diferenciado e acredito que por isso não sofra tantos ataques, eu disse tantos ataques! (risos)

“…apelido que não gostamos pega, taí o resultado”

Dá para sobreviver e tirar o sustento da família neste ramo artístico?
Hoje em dia sim, mas antigamente não, já fiz muito bico de motoboy para conseguir fechar as contas do mês. Agora tenho meu escritório e Studio no qual posso dar uma assistência melhor para minha família!

Vive só da música ou tem outras fontes de renda?
Hoje tenho minha própria empresa, um lugar que posso recepcionar dignamente os meus clientes e amigos! Trabalho somente com a música e isso me deixa imensamente satisfeito!

De onde vem o nome João Bazílio?
Na verdade meu nome é João Batista (risos) e o Bazilio veio através de uma brincadeira na batalha de Rap, o Rincón Sapiência, um outro MC, me chamou de Bazilio e como você sabe, apelido que não gostamos pega, taí o resultado (risos).

Você é dono de uma produtora. Qual o trabalho realizado pela Ibotirama Records?
A Ibotirama Records é uma produtora independente que tenta agregar de alguma forma no Rap, tanto na parte física como, CD’S, DVD’S, revistas e agenciamento de artistas, podendo dar uma oportunidade para os que não têm tantas chances assim de serem vistos.

“…não importa que você só receba coisas negativas, continue…”

A carreira artística
Depois de passar por alguns grupos, Bazilio atualmente segue carreira solo, participando de eventos sociais e grandes shows de Rap e se dedica exclusivamente ao que ele chama de “Rap brega”.
O Rapper já lançou dois álbuns, uma mixtape e dois Ep’s e tem participações em mais de quarenta discos.

Regresso a Ibotirama
Questionado se tem planos de retornar a Ibotirama, Bazilio dispara: “Os meus desejos para Ibotirama, a principio é criar um espaço, uma casa de cultura, na qual possamos mostrar aos nossos jovens que existem vários caminhos que podemos seguir. E é claro que penso sim em retornar para minha cidade natal, afinal quem não que voltar para seu lar?!”, disse deixando uma mensagem para a juventude que sonha se lançar na carreira artística. “Estar no meio cultural é encontrar muitas barreiras e muitos nãos ao longo de seu caminho, mas ainda assim, encontrar forças para seguir e trilhar seu destino, sem desistir de seus sonhos, sem desistir da arte! Então não importa que você só receba coisas negativas, continue, persista e não desista! Um dia você chega lá”.

Fonte: Informativo da Bahia

Fotos: divulgação

Saiba mais sobre o trabalho de João Bazilio:

https://www.facebook.com/joaobaziliooficial/

https://www.youtube.com/user/joaobazilio2007

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*