Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



PSB SE ENCONTRA COM CANDIDATO REBELDE DO PMDB PARA DECIDIR APOIO PARA PRESIDÊNCIA DO SENADO

Publicado em: 28/1/2015

por Maria Garcia-BN

PSB se encontra com candidato rebelde do PMDB para decidir apoio à presidência do Senado

Foto: Betto Jr / Ag. Haack / Bahia Notícias
Com a candidatura da presidência do Senado lançada para marcar território, o PSB ainda está de portas abertas para apoiar qualquer nome que compactue com certas prerrogativas do partido. E isso inclui o pleito do senador Luiz Henrique (PMDB/SC), que provocou uma possível racha no PMDB, nesta terça-feira (27), após anunciar sua candidatura com o apoio da ala independente do partido –  que possui maior bancada do Senado, com 19 senadores. Em sua página no Facebook (abaixo), a atual líder interina do PSB no Senado, Lídice da Mata, declarou que o partido apresentará nesta quarta-feira (28) a pauta de compromissos a Luiz Henrique e, caso seja aceita, o senador da dissidência do PMDB já pode garantir o apoio dos socialistas. Ao Bahia Notícias, Lídice revelou que outros partidos já entraram em contato com a sigla. “Se houver uma candidatura que agregue mais aos compromissos colocados pelo PSB, nós a apoiaremos”, afirmou. Entre os pontos considerados fundamentais pelo partido, estão o compromisso com a reforma política, com a reformulação do Pacto Federativo para aumentar a participação de município na economia do governo federal – e com a reforma tributária. O Regime Interno da Casa também é alvo dos socialistas, que querem uma maior descentralização nas relatorias dos principais projetos do Senado. O lançamento do nome de Antônio Carlos Valadares (SE), elencado pelo PSB, define a insatisfação dos socialistas diante do atual formato de eleição do Senado promovido pelo PMDB. “O PSB lançou uma candidatura que demonstra o desagrado com o fato do Senado Federal, que é chamada a Câmara Alta, simplesmente ter um processo em off de eleição para a presidência. A sociedade não participa do debate sobre a eleição do presidente e da mesa. O partido maior, que é o PMDB, resolve marcar uma reunião para decidir no sábado para a eleição de domingo. Ele submete os outros partidos a meros seguidores. O fato do PMDB indicar o candidato não quer dizer que a candidatura é do PMDB”, disse a líder socialista no Senado. Lídice faz referência ao senador e atual presidente da Casa, Renan Calheiros (AL), conhecido entre os bastidores como candidato em off por desejar colocar a sua candidatura somente na véspera do pleito. Até o momento, Luiz Henrique conta com apoio das legendas da oposição para se mostrar como voz dissidente dentro do PMDB. Para a próxima legislatura, o PSB também já definiu a nova liderança do partido no Senado, em substituição à gestão interina de Lídice da Mata – que substituía Rodrigo Rollemberg, atual governador do DF: o senador João Capiberibe (AP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*