Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

OPERAÇÃO QUE TEVE MORTE DE BIN LADEN FOI UMA FARSA DE OBAMA, DIZ JORNALISTA; CASA BRANCA NEGA

Publicado em: 11/5/2015
Obama mentiu sobre operação que matou Bin Laden, segundo jornalista; Casa Branca nega

Foto: Reprodução / Uol / Pete Souza / White House
O jornalista Seymour Hersh, que recebeu o Prêmio Pulitzer em 1970, afirmou que os Estados Unidos mentiram sobre a operação que matou Osama Bin Laden em Abbottabad, no Paquistão, em 2011. Ao citar “um aposentado oficial da inteligência”, Hersh afirmou na revista ‘London Review of Book’ que, ao contrário do que foi divulgado pelo presidente Barack Obama na época, Bin Laden já era um prisioneiro “inválido” das forças paquistanesas desde 2006. Por isso, foi mantido refém para forçar o interrompimento das atividades dos extremistas no Paquistão e no Afeganistão. Os agentes teriam contado para os americanos sobre o paradeiro de Bin Laden em troca de parte da premiação de US$ 25 milhões pela captura do líder da Al-Qaeda e fecharam um acordo para encobrir a história. Hersh disse ainda que os oficiais paquistaneses receberam a como garantia “boas relações” com os Estados Unidos e colaboraram com a missão norte-americana ao cortar a energia do local. A versão oficial da Casa Branca divulgada na época informava que Bin Laden foi descoberto pela inteligência norte-americana e morreu em uma missão secreta – sem conhecimento dos agentes paquistaneses. Bin Laden teria morrido em uma intensa troca de tiros. Hersh diz que o assassinato foi “absolutamente premeditado” e que os agentes americanos receberam autorização para matá-lo. “A verdade é que Bin Laden era um inválido. A Casa Branca teve de dar a impressão de que Bin Laden ainda era importante operacionalmente. Senão, por que motivo matá-lo?”, teria dito a fonte ao jornalista. A Casa Branca negou a reportagem de Hersh nesta segunda-feira (11) e disse que o material “não tem fundamento”. “Há muitas incorreções e afirmações sem fundamento nessa história para esclarecer cada uma”, disse Ned Price, porta-voz da Casa Branca. Segundo ele, “a noção de que a operação que matou Bin Laden não foi uma missão unilateral norte-americana é falsa”. “Éramos e coninuamos a ser parceiros do Paquistão no nosso esforço conjunto para de struir a Al-Qaeda, mas aquela foi uma operação americana do começo ao fim”, garantiu Price.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*