Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

O PT PIROU – POR SAMUEL CELESTINO

Publicado em: 20/8/2015

por Samuel Celestino

O PT pirou

Foto: Divulgação
É muito provável que o prefeito ACM Neto esteja a rir com a estranha decisão, desconexa em todos os sentidos, do diretório do municipal do PT que foi buscar na sua sacola de candidatos seis nomes para a escolha de um deles e lançá-lo candidato a prefeito de Salvador nas eleições do próximo ano. A estranha e esdrúxula decisão surpreendeu. Em plena crise nacional do partido que coloca em xeque Lula e Dilma, como se observou nas manifestações de domingo em praticamente todas as capitais. Houve exceções, claro. Uma delas sobrou para o diretório municipal de Salvador. A legenda parece ter pirado de vez. Dos sete nomes pinçados, alguns foram derrotados nas últimas eleições, como Yulo Oiticica. Nelson Pelegrino parece ter desistido de vez do sonho de ser prefeito. Já o senador Walter Pinheiro está prestes a chutar a barraca petista. Outros mais foram listados sem a menor possibilidade de, sequer, se apresentar como candidatos em condições mínimas de derrotar o atual prefeito. De ponta cabeça não está apenas o PT de Lula, enfrentando dificuldades inimagináveis (para ele), mas o agrupamento de Salvador, que, por não sabe o que fazer – perdoa-se, portanto. Arrebanhou o seu saco de gatos a demonstrar que, pelo menos nesta capital entendem – é o que se supõe – que eles, os gatos, estão vivos. Não só. O PT municipal sequer consultou seus aliados. Ora, disputar a prefeitura de Salvador não se resume num projeto ridículo, fora de tempo, que deve ter causado espanto no governador Rui Costa, que aparece bem nas pesquisas de opinião. Pelo que se sabe, ele trabalha para, se possível, conseguir eleger aliados (independente do PT ou não) nos principais municípios da Bahia onde acontecerão dois turnos nas eleições municipais do próximo ano. Se o PT municipal não consultou o governador, deveria tê-lo feito, para que ele não se arrepiasse com os integrantes da legenda na capital. Interne-os, portanto, num manicômio apropriado a políticos banzos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*