Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



CRISTÓPOLIS:QUALIDADE DA ÁGUA É DEBATIDA NA CÂMARA E NAS REDES SOCIAIS

Publicado em: 28/3/2014

 

Matéria editada pela redação Nova Fronteira, com informações e fotos do portal flaviovasco.com

 O vereador Jadir, do PT de Cristópolis, em seu pronunciamento realizado no último dia 24, na Câmara de Vereadores de Cristópolis, Oeste da Bahia, falou do descaso do governo do estado com o projeto de trazer água doce para o município, uma vez que o projeto está pronto há mais de dois anos e já licitado, e a obra não inicia.

“A solicitação para implantação do sistema de água doce no município de Cristópolis é uma reivindicação minha, feita ao governo Jaques Wagner em fevereiro de 2008 e até o momento o povo do município continua bebendo água salobra. É importante salientar que os municípios vizinhos todos já constam com esse benefício. Vou agendar uma audiência com o governador para cobrar dele uma solução definitiva para esse problema”, disse o vereador, convidando todas as autoridades e a sociedade de Cristópolis para nos ajudar nessa luta. “Precisamos cobrar e exigir nossos direitos”.

 


O vereador falou ainda em seu pronunciamento, que o consumidor está sendo prejudicado devido as constantes faltas de água, tubulações entupidas com calcário, água com coloração diferente (preta ou marrom), gosto ruim e às vezes apresentando mau cheiro.
“A Embasa precisa tomar providencias urgente quanto a esses problemas. O contrato que autoriza a Embasa explorar a distribuição de água na cidade está vencendo e conclamou aos seus colegas a não aprovarem a renovação dessa contrato, caso não sejam resolvido esses problemas do abastecimento e da qualidade do produto fornecido”, solicitou o edil, relatando que os demais vereadores também se pronunciaram apoiando sua iniciativa.

 


O consumidor Robson Alves, morador da 3ª travessa São José, publicou em redes sociais que no último dia 23 faltou água em sua residência e ele foi verificar a tubulação, encontrou três tubos de seis metros cada, entupidos na sua totalidade com calcário e que ao abrir o reservatório percebeu que a metade do mesmo estava ocupada por o calcário. “Tirei quatro baldes de 20 litros só de calcário, tive que trocar toda encanação de minha casa”.

A Embasa vem efetuando descarga nas redes para fazer limpeza dos tubos e tentar assim, eliminar o problema da coloração da água. Amostras da mesma foram recolhidas e enviada para análise em laboratório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*