Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

BOM JESUS DA LAPA RECEBE A 4° ROMARIA EQUESTRE DE SÃO DESIDÉRIO

Publicado em: 07/8/2015

 

 

 

Foram cinco dias cavalgando até chegarem à cidade de Bom Jesus da Lapa, a 4ª Romaria Equestre de São Desidério. Mais de 18 participantes percorreram cerca de 300 km para um ato de fé e devoção ao dia do padroeiro da cidade.

 

Durante a caminhada, os cavaleiros paravam para descansar e fazer agradecimento à entidade pelas bênçãos alcançadas. “A cada local que paramos fazemos sempre um a oração a Nossa Senhora Aparecida e o Bom Jesus da Lapa que nos dar força e coragem para seguir o nosso caminho” disse o organizador da romaria, Gedson Carvalho.

 

 

 

 

 

Todos os dias às 5h da manhã, era tocado o berrante anunciando um novo dia, os participantes arriava os cavalos e seguia rumo a Bom Jesus da Lapa. “A nossa viagem seguiu abençoado por Deus. É uma romaria que representa fé a nosso Bom Jesus da Lapa, e a cada ano os organizadores estarão se empenhado para fazer a melhor romaria”, emociona ao falar, o organizador, Ariovaldo Afonso dos Santos (Benhão).
No santuário do Bom Jesus da Lapa, os fiéis entoaram suas preces, cantos, deixaram objetos de promessas, levaram flores em sinônimo de fé e devoção. “A Romaria de Bom Jesus da Lapa é a 3º maior do país. E presenciando a fé e determinação dos cavaleiros de São Desidério me deixa feliz, pois, é significante recebe-los, filhos que fizeram essa caminhada e chegou até aqui. Que a graça Divina abençoe a todos”, desejou o padre Mateus Jurus.
Romeiros de todo país estão reunidos, na cidade de Bom Jesus da Lapa, para comemorar o dia do padroeiro da cidade. De acordo com a polícia, são esperados cerca de 400 mil visitantes no município do oeste baiano. A romaria, que é a terceira maior do país, acontece há 320 anos e começou com o português Francisco Mendonça Mar. No século XVII, ele fez uma peregrinação pelo interior da Bahia levando as imagens de nossa Senhora da Soledade e do Senhor Bom Jesus. Foi ele quem encontrou a gruta na cidade e decidiu criar um santuário no local.
Texto: Diego Souza
Fotos: Rodney Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*