Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









Após saída de Dallagnol, sete procuradores da Lava-Jato paulista decidiram deixar o cargo

Publicado em: 03/9/2020
Após saída de Dallagnol, sete procuradores da Lava-Jato paulista decidiram deixar o cargo

Foto: Reprodução/MPF

Após o pedido de demissão de Deltan Dallagnol (reveja aqui), que tinha o comando da Lava-Jato no Paraná, sete procuradores da força-tarefa de São Paulo comunicaram ao procurador-geral Augusto Aras nesta quarta o pedido de exoneração, nesta quarta-feira (2).

 

Segundo a coluna Radar da Veja, os procuradores que pediram exoneração e as datas em que cada um pretende se desligar da Lava-Jato: Guilherme Rocha Göpfert: a partir de 08/09/2020, Thiago Lacerda Nobre: a partir de 08/09/2020, Paloma Alves Ramos: a partir de 11/09/2020, Janice Agostinho Barreto Ascari: a partir de 30/09/2020, Marília Soares Ferreira Iftim: a partir de 30/09/2020, Paulo Sérgio Ferreira Filho: a partir de 30/09/2020 e Yuri Corrêa da Luz: a partir de 30/09/2020.

 

Na PGR, a demissão coletiva dos procuradores da Lava-Jato paulista foi lida como retaliação pela atuação de Augusto Aras que vinha investigando possíveis irregularidades na distribuição de processos da operação no âmbito do MPF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*