Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !







ZONA RURAL DE CRISTÓPOLIS RECEBERÁ 426 CISTERNAS PARA O COMBATE A SECA

Publicado em: 28/2/2013

20130228140139O salão principal do Centro de Múltiplo Uso, da Prefeitura Municipal de Cristópolis, região Oeste, reuniu diversos setores da comunidade, nesta quarta-feira, 27. A implantação de 426 cisternas para a população que está em estado crítico, em relação ao abastecimento de água, foi o assunto em destaque.

A equipe de palestrantes enviada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codesvasf) e da JM Engenharia – empresa terceirizada responsável pela capacitação dos beneficiários do programa – apresentou critérios e detalhes para que o cidadão afetado pela falta d’água possa receber uma das centenas de cisternas a serem instaladas no município.

Este benefício, provido pelo Programa Água para Todos, do Governo Federal, conta com a parceria dos municípios em que serão implantados, no que diz respeito à mobilização do público interessado e na formação do Comitê Gestor Municipal.

“Sabemos dos problemas de falta de água na zona rural. Para amenizar, nada melhor que um projeto como este. Pedimos a cada um de vocês que vão fazer este trabalho junto ao governo Cristópolis Popular, que entendam que este programa vai levar o benefício à aqueles que realmente têm necessidade”, disse o secretário de agricultura de Cristópolis, Josafá Oliveira.

O prefeito Antonio Pereira abordou, em seu breve discurso, a importância da parceria entre os governos: “Tivemos recentemente um encontro com a presidenta Dilma, onde mostramos as dificuldades do nosso município. Ela garantiu ajudar, não só a Cristópolis, mas todos os pequenos municípios brasileiros. Semana passada estivemos com o governador Jaques Wagner, que também prometeu atender nossos pedidos”, disse o gestor. “A situação da irregularidade das chuvas também é uma questão crítica. Mas estamos trabalhando para resolver. Conseguimos seis poços artesianos, através do deputado João Leão, e estamos alinhavando um contrato com o 4º BEC para o fornecimento de água para as comunidades por meio de carros-pipa”, concluiu Pereira.

A analista de desenvolvimento regional, da Codevasf, Walkyria Pignata, afirmou que o programa é muito fiel aos critérios que definem quem pode ser beneficiado: “Este programa vem para amenizar o problema da escassez de água, portanto, será destinado apenas àqueles que realmente precisam. Caso o Comitê Gestor Municipal indique um beneficiário e posteriormente seja detectado que o mesmo não se enquadra nos critérios, a cisterna pode ser retirada”. Sobre o processo de instalação e funcionamento das cisternas, Walkyria afirmou: “A Codevasf vai instalar as cisternas, vai entregar pronta para usar. O beneficiário terá apenas que participar do curso de capacitação, que vai ensinar a fazer a conservação do equipamento e a filtragem da água”.

Como participar

Os municípios do semiárido brasileiro que possuem moradores em situação de extrema pobreza cadastradas no CADÚnico do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome tem sua inserção automática no Água para Todos. A participação das cidades que não fazem parte do semiárido brasileiro são analisadas pelo Comitê Gestor do programa, que analisa sua expansão do programa para outras localidades.

Mais informações

A cisterna é uma tecnologia popular para a captação de água da chuva, onde a água que escorre do telhado da casa é captada pelas calhas e cai direto na cisterna, onde é armazenada. Com capacidade para 16 mil litros de água, a cisterna supre a necessidade de consumo de uma família de cinco pessoas por um período de estiagem de oito meses.

Dessa forma, o sistema de armazenamento por cisterna representa uma solução de acesso à água para a população rural de baixa renda do Semiárido brasileiro. Além da melhoria na qualidade da água consumida, a cisterna reduz o aparecimento de doenças em adultos e crianças.

O programa Água para Todos é mantido pela parceria entre os ministérios da Integração, do Desenvolvimento Social, da Saúde e a Fundação Banco do Brasil.
Fonte Oeste10.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*