Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









SÃO DESIDÉRIO: ADMINISTRAÇÃO REUNE ZELADORES DOS SISTEMAS DE ÁGUA DAS COMUNIDADES PARA CONSCIENTIZAR SOBRE ENCONOMIA NO CONSUMO

Publicado em: 03/2/2013

20130201175621desiderioParticiparam de uma reunião com o prefeito Demir Barbosa, o coordenador de Assuntos Estratégicos, Jeferson Barbosa e a secretária de Assistência Social Maria Adalgisa Guimarães, zeladores de sistemas de água de 28 comunidades rurais. Realizada na manhã de sexta-feira, 1º, no auditório da prefeitura de São Desidério o encontro objetivou detectar falhas no sistema de abastecimento de água das localidades e despertar consciência acerca da economia do consumo da água gratuita.

Os zeladores são responsáveis pelo manuseio e manutenção dos sistemas de água, mantidos pelo Programa Família Cidadã, da Secretaria de Assistência Social. “São 28 contemplados que recebem uma ajuda de custo para zelar por esses sistemas que controlam o abastecimento da água nessas comunidades”, explicou a secretária de Assistência Social, Maria Adalgisa.

Os zeladores partilharam sobre as condições do funcionamento das redes de abastecimento. “Lá em Remanso das Cobras são quatro km de rede e não tem um cano quebrado. Sou eu o responsável pela manutenção. Está tudo certo”, disse o zelador José dos Santos. Já Levi Alves da Silva destacou as dificuldades para desempenhar sua função na localidade de Brejo da Furquilha, distante 32 km da sede, onde segundo ele existem cerca de 60 residências. “Na época de seca, por exemplo, muitos moradores utilizam a água para dar de beber ao gado ou para irrigar horta e plantações, sem falar que desperdiçam muito. É difícil lidar com os moradores que fazem isso, mas faço a minha parte como zelador”.

Sobre esta declaração, o coordenador Jeferson fez ressalvas. “Em São Desidério com exceção da sede, do povoado de Angico e do distrito de Roda Velha de Cima, os moradores que residem na zona rural usufruem gratuitamente da água. A obrigação do município é garantir o abastecimento da população. Se desperdiçam um dia irá faltar”. A assistente social da secretaria, Geisa Mendes fez um alerta a fim de conscientizar os zeladores. “A estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS), é que devem ser consumidos 10 m/l de água por mês para uma família com até quatro pessoas. Ao extrapolar essa meta caracteriza-se como desperdício”.

Após ouvir cada um dos zeladores, o prefeito garantiu que os problemas de abastecimento de água nas comunidades serão resolvidos e afirmou sobre o consumo consciente. “O maior problema é o desperdício. Peço a vocês que nos ajudem a conscientizar os demais moradores para combater o desperdício de água, e trazerem os problemas para que seja agilizada a solução. Hoje, onde estão sendo construídas as unidades sanitárias são instaladas reservatórios de água e acredito que é preciso haver essa consciência pelos moradores das comunidades que ainda não dispõe”.

Ascom São Desidério

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*