Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !





PREFEITURA DE BARREIRAS INICIA MUTIRÕES DE COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI

Publicado em: 09/1/2019

 

 

 

 

Com a chegada do verão, a incidência de Dengue, Zika e Chikungya tende a aumentar, assim, a Prefeitura de Barreiras iniciou nessa terça-feira (08) o primeiro mutirão de 2019 com objetivo de eliminar focos do mosquito Aedes Aegypti, intensificando a vistoria de porta em porta em imóveis particulares e públicos do município.

A primeira ação do ano aconteceu na Baraúna, zona rural de Barreiras. Na comunidade, foi registrado o índice de 2,98%, considerado risco na linha de epidemia, uma vez que o Ministério da Saúde preconiza o índice ideal abaixo de 1%. Segundo o coordenador do Centro de Zoonoses, os índices nas comunidades da zona rural têm aumentando devido alguns moradores fazerem armazenamento de água, em muitos casos de maneira errada.

“Durante todo o ano, realizamos campanhas contra o mosquito Aedes Aegypti, iniciamos hoje os mutirões e escolhemos a comunidade da Baraúna, porque diferente dos bairros da zona urbana, está com um índice elevado. Recolhemos todo material que poderia servir de foco nesse período de chuva, a conscientização de cada morador ainda é a melhor maneira de combater as doenças que são transmitidas através desse mosquito. Esse é o primeiro mutirão do ano, percorreremos o município com objetivo de orientar a população das consequências da água parada e a maneira correta para evitar a proliferação do Aedes”, destacou o coordenador Ubirajara Marques.

Os agentes de saúde de combate à Dengue visitaram todos os imóveis na comunidade. Na oportunidade, realizaram ação educativa com distribuição de panfletos explicativos sobre sintomas da dengue e a maneira correta de eliminar os focos do mosquito. Também foi realizado tratamento com larvicidas, borrifação em pontos críticos com inseticidas, em terrenos baldios e coletas de larvas.

Na casa de Rosalvo Pereira, foram encontrados focos do mosquito Aedes Aegypti em um recipiente de água que ele utiliza para molhar as plantas do quintal. Bastante preocupado, garantiu que irá tomar as medidas necessárias para evitar a dengue.

“Tenho medo dessa doença, aqui armazenamos água que serve as vezes para lavar o quintal e molhar as plantas, não tinha observado a qualidade que se encontrava o recipiente, irei lavar, trocar a água e colocar uma proteção”, disse.

Nas próximas semanas, a equipe do Zoonoses realizará mutirões nas comunidades de Barrocão, Mucambo e Riachinho.

DIRCOM/PMB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*