Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









PRÁTICAS DE AGRICULTURA ORGÂNICA SÃO ESTIMULADAS NA BAHIA

Publicado em: 28/8/2013

praticas_de_agricultura_organica_sao_estimuladas_na_bahia_15375_1

Estimular o cultivo e o uso de alimentos orgânicos na agricultura familiar é uma das propostas de trabalho da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), da Secretaria da Agricultura (Seagri), nas principais regiões produtoras de alimentos do estado. Ervas medicinais, hortas, frutas e leguminosas são alguns dos cultivos praticados com base na agroecologia, que é livre de agrotóxicos e resíduos químicos.

Cursos e capacitações voltados para o manejo agroecológico são realizados periodicamente pela empresa, a fim de proporcionar aos agricultores familiares mais conhecimentos e habilidades no campo, para a prática de uma agricultura sustentável e em harmonia com o meio ambiente. Estações experimentais, centros de formação, escolas públicas, sindicatos de trabalhadores rurais e associações comunitárias são alguns dos locais onde acontecem as capacitações.

“As técnicas adotadas nos cursos são de fácil compreensão. Estimulamos o diálogo e a interação dos participantes, mostrando através de figuras ilustrativas a produção orgânica. Os cursos geralmente possuem carga de 16 horas e contam com materiais didáticos, a exemplo de cartilhas e apostilas”, disse o gerente regional da EBDA em Irecê, Edivaldo Reinaldo.

Biofertilizantes (inseticidas naturais com plantas da caatinga para o controle de pragas e doenças), manejo racional do solo e da água, importância de sementes crioulas para a agricultura familiar e o perigo dos agrotóxicos para saúde são alguns dos assuntos da grade didática dos cursos oferecidos pela empresa.

O agricultor familiar Assis Teixeira afirmou que em sua propriedade as primeiras ações para um plantio mais consciente já foram tomadas. “Depois que participei do curso de agroecologia, minha visão sobre agricultura é outra. Plantei, numa área separada, vários tipos de leguminosa, que serviram de adubo natural para as minhas próximas plantações”.

Projeto Quintais Agroflorestais – Melhorar a qualidade do alimento em função da não utilização de agrotóxicos, além de auxiliar na segurança alimentar da família, é um dos objetivos do projeto Quintais Agroflorestais, executado pela Diretoria de Agricultura da EBDA em todo o estado. Quase duas mil famílias já foram beneficiadas com o projeto, que distribuiu 32 mil mudas, entre espécies frutíferas e essências florestais, como ipê, angico, gliricídea, leucena, cajá, jenipapo, pitanga, graviola, caju e umbu, para agricultores familiares.

Para viabilizar as atividades, a EBDA distribuiu 1.275 kits de ferramentas de trabalho para os beneficiários do projeto. Estacas, mourões, arame farpado, grampo, bombona de 20 e 200 litros e carrinhos de mão foram os materiais já distribuídos.

As ações do projeto estão presentes nos territórios de Irecê, Chapada Diamantina, Sertão do São Francisco, Piemonte Norte do Itapicuru, Sisal, Piemonte da Diamantina, Portal do Sertão, Recôncavo, Bacia do Jacuípe, Semiárido Nordeste II, Vale do Jiquiriçá, Itaparica, Piemonte do Paraguaçu e Médio Rio de Contas. (Fonte: Secom/ BA) – See more at: http://www.upb.org.br/uniao-dos-municipios-da-bahia/informativos-e-noticias/index.php?id=15375#sthash.DfMycBrC.dpuf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*