Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



OTTO DIZ’NÃO RENEGO A MINHA HISTÓRIA, MAS ESTOU DO LADO DO GOVERNADOR QUE TRABALHO PELA BAHIA

Publicado em: 27/6/2014

por Maria Garcia/ Marcos Russo

'Não renego a minha história, mas estou do lado do governador que trabalhou pela Bahia', diz Otto

Foto: Elias Dantas/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

Candidato ao Senado na chapa encabeçada por Rui Costa (PT), Otto Alencar (PSD) exaltou o passado, quando era ligado ao falecido ex-senador Antônio Carlos Magalhães, ao tempo em que referendou o governador Jaques Wagner (PT). “Tenho a vida política longa. Trabalhei com outros líderes políticos da Bahia e não renego a minha história. Pelo contrário, me orgulho do que fiz como secretário da Saúde, como secretário da Indústria e Comércio, como governador por um ano. Mas, posso lhes dar um testemunho: estou ao lado de um governador que trabalhou, que é ético, honesto, correto que tem o que mostrar e vai mostrar no momento oportuno o que fez pela Bahia. O senhor não precisa de advogado não, mas, onde eu estiver, vou falar”, relatou. O ex-titular da Infraestrutura disse ainda que aposta na vitória da chapa governista por ter visto a “transformação” nos sete anos de governo do PT. “Minha convicção é em função do que eu vi de transformação na minha Bahia. Em 2002, fui governador. No primeiro turno, apoiamos Ciro Gomes, no segundo turno, o presidente Lula, que teve uma vitória retumbante. A partir de 2003 o meu estado e o meu povo viveram uma transformação seguida hoje pela presidente Dilma. Eu quero perguntar a vocês: ‘Valeu ou não valeu a pena fazer o Bolsa Família’? Valeu sim porque nós temos aqui baianos, como em todo Brasil, que não tiveram escolaridade e que andavam de ponta em ponta procurando uma condição para sair da desnutrição e saiu com o Bolsa Família”, listou, ao voltar a exaltar o governador Jaques Wagner: “Tenha certeza, eu que lhe acompanhei nesses três anos e quatro meses e fiz um amigo da empatia. Dois homens independentes que se uniram para fazer uma campanha, ele para governador e eu para vice. Hoje, eu venho humildemente, com a humildade da educação familiar que a gente recebe no interior da Bahia, mas com a firmeza de um homem que não sabe fraquejar em hora nenhuma, para dizer a vocês: A Bahia mais forte no Senado é ter um senador que ajude a presidente Dilma Rousseff”, apostou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*