Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









GESTÃO MUNICIPAL – ORGANIZANDO A COMUNICAÇÃO GOVERNAMENTAL – O 4º PODER -POR MAGLON RIBEIRO

Publicado em: 30/1/2017

download

Maglon Ribeiro

Uma das grandes falhas dos governos municipais tem sido negligenciar a área de comunicação. A falta de comunicação governamental tem sido a causa de derrotas políticas de alguns gestores. A comunicação governamental, sem sombra de dúvida, é a alma de um governo. Notadamente a comunicação é hoje o 4º poder.  Para os pequenos Municípios é um desafio organizar um departamento de comunicação e investir em impressos, outdoors, anúncios, peças de rádio, VTs, homepages, mídias sociais, entre outras tantas estratégias de divulgação hoje em dia.  Esse departamento tem como objetivo, de modo bastante eficiente, divulgar as ações, propostas , dificuldades e transformar em notícia. Para que isso ocorra, é preciso existir um diferencial, inovação, exemplo ou fato que coloque a informação oferecida em pauta, ou seja, despertar o interesse das redações. É fundamental compreender que notícia não é propaganda nem publicidade, é informação útil, que interessa ao bem comum e atende ao interesse público.

Na produção do Plano de Comunicação do Município, um importante elemento que o profissional de comunicação deve ter sempre em mente são os objetivos mais gerais a serem alcançados. O desafio é convencer a opinião pública de que a Administração é cidadã e que todas as suas ações visam ao bem-estar da comunidade.

Para que uma gestão seja bem avaliada e reconhecida pelos esforços e bons resultados, é preciso que a equipe de governo entenda que a comunicação assertiva é uma das grandes responsáveis pelo sucesso da administração. Um instrumento recomendável nessa avaliação é a pesquisa de campo, feita no mínimo de 3 em 3 meses, com objetivo de mensurar o desempenho do governo. É importante que se façam avaliações periódicas no decorrer do mandato, para monitorar o plano de comunicação e verificar se os procedimentos escolhidos estão funcionando corretamente. Ou seja, se realmente as ações do governo estão sendo comunicadas aos interessados, como deve ser.

A cada dia, novas ferramentas de comunicação surgem facilitando a troca de informações e a circulação de notícias nem sempre verdadeiras, fazendo surgir as chamadas “conversas de corredor” e dando proporções a boatos que podem acabar com a carreira do gestor público. Por isso, é importante que prefeitos e prefeitas priorizem uma política de comunicação entre os colaboradores e os cidadãos, evitando rumores e instituindo credibilidade.

Existem vários meios para divulgar os trabalhos realizados pelas prefeituras, cabe a cada gestor, junto com seu assessor de comunicação, conhecer e escolher a forma mais adequada para o Município. Podemos destacar o site, facebook, Twitter, instagram, Jornalzinho ou House-organ, Carro de som (Em pequenos Municípios, o carro de som às vezes é mais efetivo e eficiente que jornalzinho, folhetos e redes sociais),Placas ,Reuniões de bairro, Release, Promoção de eventos, etc. Lembre-se de que não adianta criar várias mídias que não serão devidamente atualizadas e acompanhadas periodicamente pelos profissionais da área. Mais vale ter um único canal de comunicação sólido e atualizado, que investir em vários perfis e deixá-los desatualizados. A periodicidade e a frequência das informações geram credibilidade com o público-alvo.

Além disso, é importante lembrar que a Lei da Transparência torna obrigatória a necessidade de as administrações tornarem públicos seus atos e resoluções, é a comunicação oficial. Sendo assim, responder os questionamentos com clareza e, principalmente, ouvir o próximo, contribui para que se tenha uma comunicação transparente que, quando bem executada, diminui o risco de enganos, dúvidas, falhas e insegurança ao transmitir uma informação. É importante que o prefeito esteja cada vez mais próximo do seu eleitor. A Controladoria-Geral da União (CGU) criou o programa Brasil Transparente para auxiliar Estados e Municípios na implementação das medidas de governo previstas na Lei de Acesso à Informação (LAI). A participação no Programa é voluntária e pode ser feita pelo site http://www. cgu.gov.br/assuntos/transparencia-publica/brasil-transparente/adesao.

“Ninguém consegue triunfar, se a opinião pública  está em seu DESFAVOR. Com a opinião pública a seu lado, ninguém é derrotado.”

Abraham Lincoln (1809-1865).  16o presidente dos Estados Unidos

Fonte: Mais Oeste/http://maisoeste.com.br/gestao-municipal-organizando-a-comunicacao-governamental-o-4o-poder/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*