Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



GEDDEL NEGA POLARIZAÇÃO COM SOUTO ENQUANTO REÚNE ALIANÇA.‘CARGOS NÃO ESTÃO NA MESA’,AVISOU

Publicado em: 24/1/2014

380x284xGeddel.jpg.pagespeed.ic.qDZm1aJ8uv

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.b2ULMgpT6v
Enquanto o ex-governador Paulo Souto (DEM) é trabalhado e cortejado nos bastidores pelos aliados, inclusive o presidente nacional do partido, senador Agripino Maia (RN), o presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, se articula em busca de aliados para elevar seu passe e ser escolhido como candidato da oposição ao governo do Estado. Nesta quinta-feira (23), o peemedebista divulgou que recebeu o apoio de nove partidos tidos como “nanicos”: PPS, PT do B, PPL, PTC, PEN, PRTB, PMN, PSDC e PRP. Em entrevista ao Bahia Notícias, Geddel afirmou que não é contra coligações a la PT, mas garantiu que quem quiser cargos não deve apoiá-lo. “Eu nunca critiquei arcos de alianças do PT, mas sim criar secretaria para dar ao PTB em troca de tempo de TV. Apoio e alianças têm que ter, mas não significa usar a máquina pública em favor disso. Quero um governo de atitude, com metas claras. Eu disse: ‘Vocês querem apoiar essas bandeiras, venham. Se imaginam que vou criar cargos ou deixar de tomar atitudes em favor de alianças, é melhor não vir’. Essa conversa é clara”, ressaltou.

O apoio é apenas uma parte do bloco de parcerias que Geddel pretende fechar, mas partidos maiores devem ficar para depois, no caso de ele ser o escolhido. Um dos alvos é o Partido Verde. “O PV é um outro tipo de conversa. Vai chegar o momento de conversar com partidos mais vinculados ao prefeito ACM Neto. Vou aguardar o desenrolar das coisas”, explicou. Enquanto aguarda o anúncio oficial do candidato da oposição ao Palácio de Ondina, que será fechado no dia 31, Geddel prefere não entrar em uma disputa direta com Paulo Souto. “Eu não tenho polarização, quero ser candidato e manifesto o desejo de ser candidato. Paulo Souto nunca disse que queria, estou me portando como quem quer ser”, declarou o peemedebista, no que pode ser encarado como uma mensagem para o colega “indeciso”. Entre os aliados que declararam apoio ao pré-candidato estava o líder do governo de ACM Neto na Câmara e presidente estadual do PPS, vereador Joceval Rodrigues.
por Sandro Freitas-BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*