Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

DATAFOLHA: APOIO DE MARINA À AÉCIO ATRAPALHA MAIS DO QUE AJUDA

Publicado em: 16/10/2014
:

Apoio de Marina Silva (PSB) ao presidenciável Aécio Neves (PSDB) pode estar mais atrapalhando do que ajudando, sugere pesquisa a nova pesquisa Datafolha; 23% disseram que não votariam no candidato apoiado por ela, um aumento de dez pontos em relação ao levantamento da semana passada; a influência positiva do apoio de Marina variou quatro pontos para cima e é de 20%, mas é menor a influência negativa; FHC segue como o de pior influência: 28% dizem que não votariam em alguém indicado por ele; 37% dizem que poderiam votar em alguém indicado por Lula.

247 – O apoio de Marina Silva (PSB) ao presidenciável Aécio Neves (PSDB) pode estar mais atrapalhando do que ajudando, sugere pesquisa Datafolha finalizada nesta quarta-feira (15).

No primeiro levantamento feito pelo instituto no segundo turno, dias 8 e 9 deste mês, 13% dos eleitores respondiam que o apoio da ex-ministra do Meio Ambiente os faria “não votar” no candidato indicado. No intervalo de uma semana, essa taxa subiu para 23%.

Entre as duas pesquisas Datafolha do segundo turno, a influência positiva do apoio de Marina variou quatro pontos para cima. Mas, mesmo assim, agora é numericamente menor que a influência negativa. Na pesquisa finalizada nesta quarta (15), 20% disseram que o apoio da pessebista “poderia” leva-los a votar no indicado. Essa taxa era de 16%.

Para a maior parte do eleitorado, 53%, o apoio de Marina é indiferente na definição do voto nesta etapa final da eleição.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso continua tendo a influência mais negativa do que positiva: 28% dizem que não votariam em alguém indicado por FHC, 16% afirmam que poderiam votar, 50% são indiferentes.

O ex-presidente Lula continua sendo um personagem com forte influência positiva sobre o eleitorado. Segundo apurou o Datafolha, 37% dizem que poderiam votar em alguém indicado por ele. Outros 21% dizem que não votariam. E 39% ficam indiferentes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*