Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









CRISTÓPOLIS: RECEBE FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA

Publicado em: 25/8/2013

fpi-IMG_4104

Esteve, em Cristópolis, nesta quinta-feira (22/ago), a comitiva da FPI (Fiscalização Preventiva Integrada). Os agentes se reuniram com membros da Prefeitura Municipal de Cristópolis, em seguida foram ao lixão e à Embasa. No período da tarde o trabalho teve continuidade.

As ações da FPI têm como principais objetivos fiscalizar órgãos públicos e empreendimentos particulares – empresas, fazendas e indústrias – com o intuito de promover melhorias na preservação do meio ambiente, na sociedade e na saúde no território da bacia do Rio São Francisco.

A 31ª etapa da FPI visitará, ao todo, 12 municípios da região oeste da Bahia. Participam desta missão mais de 20 entidades, autarquias e órgãos públicos, com o contingente de mais de 100 profissionais.

Em Cristópolis, os principais temas debatidos com membros da Prefeitura foram: coleta e destinação dos resíduos sólidos, lixo hospitalar, limpeza urbana e qualidade da água potável.

Participaram da reunião: Maínna Santana (Vigilância Sanitária de Cristópolis), Leolino Neto (Chefe de Gabinete), Diana Silva (Sec. Saúde), Rondiney Almeida (Assessor Técnico), Filipe Pereira (MP-BA), Armando Farias (Sanitarista SESAB/Divisa), Alcides (Fiscal do CREA-BA), Elso Pereira, Jamile Carneiro (Coordenadora técnica do INEMA-Barreiras) Arismário (Técnico da Funasa), SD Carlos (Sippa/Lençóis) e Josafá Oliveira (Sec. Agricultura e Meio Ambiente).

“Como foi dito na última vez que estivemos aqui, esta fiscalização vai voltar. Outras equipes vão fiscalizar, com focos específicos. A cada visita, vamos observar os pontos vulneráveis, acompanhar o avanço das ações e orientar a adoção de novas medidas que tragam melhorias para o meio ambiente e para as pessoas da região”, comentou o analista técnico do Ministério público da Bahia, Filipe Pereira. (Fonte Oeste10.com)

Participaram da reunião: Maínna Santana (Vigilância Sanitária de Cristópolis), Leolino Neto (Chefe de Gabinete), Diana Silva (Sec. Saúde), Rondiney Almeida (Assessor Técnico), Filipe Pereira (MP-BA), Armando Farias (Sanitarista SESAB/Divisa), Alcides (Fiscal do CREA-BA), Elso Pereira, Jamile Carneiro (Coordenadora técnica do INEMA-Barreiras) Arismário (Técnico da Funasa), SD Carlos (Sippa/Lençóis) e Josafá Oliveira (Sec. Agricultura e Meio Ambiente).

Mais informações:

Depois de 10 anos consecutivos de FPIs nas diversas sub-bacias da bacia do São Francisco na Bahia, o modelo desperta atenção de estados vizinhos, como Alagoas e Sergipe. Também no Rio de Janeiro (RJ) representantes do MPE, através do Nusf, já estiveram detalhando a metodologia, conforme Luciana Khoury.

Para ela, o mérito da iniciativa não é multar os agressores ambientais, “mas fazer a análise dos passivos e buscar formas de reparação”. Para isso, uma equipe multidisciplinar já está trabalhando nas pesquisas e conta com uma consultoria contratada pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco.

Municípios que fazem parte da 31ª FPI: Angical, Baianópolis, Barreiras, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério, Wanderley.
Escrito por Zé Filho (Fontes: Jornal Nova Fronteira e Oeste 10)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*