Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



CRISTÓPOLIS: POÇOS ARTESIANOS SÃO PERFURADOS PARA O COMBATE A SECA

Publicado em: 12/11/2013

poco-sta-rosa-IMG_7134

poco-sta-rosa-IMG_7143

poco-sta-rosa-IMG_7159
Já está trabalhando no município a empresa vencedora da licitação para a perfuração de poços artesianos nas comunidades afetadas pela seca. Desde terça-feira (05/nov) os trabalhos estão sendo executados em diversas comunidades.

Nas comunidades de Pau Seco e Caroá o poço já foi perfurado e apresentou vazão de 40 mil litros de água por hora. O sucesso da operação vai começar a refletir na vida das pessoas que residem na área logo após a ligação do poço à tubulação.

O povoado de Água Doce também teve poço perfurado. Mesmo tendo sido feito um estudo com aparelhos tecnológicos de grande precisão, o lençol freático encontrado passou a fornecer 10 mil litros de água por hora. Abaixo da expectativa, mas suficiente para suprir, com sobras, as necessidades da localidade. Segundo os técnicos, o volume deve ser considerado bom, uma vez que estamos no ápice do período seco.

Problema antigo -A comunidade acompanhou o serviço

O primeiro poço foi perfurado na comunidade de Santa Rosa. Após muitas horas de trabalho e 110 metros de profundidade, os técnicos não encontraram quantidade de água suficiente para a instalação do poço. Com isto, segundo o prefeito Antonio Pereira, outra solução está sendo definida para resolver a questão: “Esta é a sexta vez que um poço é perfurado no povoado e não dá água. Há a possibilidade de abrirmos outro poço em uma localidade próxima somente para servir Santa Rosa.” Disse o gestor.

Fonte:Oeste 10
Grande esforço

Cristópolis está recebendo a maior quantidade de instalações de poços artesianos da história do município. Serão 12 unidades. “Há municípios com dificuldade de receber dois poços. Nós, através do deputado João Leão, conseguimos 12 poços para resolvermos de vez os problemas de abastecimento de água”. Afirmou Pereira. “Estamos saindo de um déficit de muitos anos. Houve aumento populacional mas não investiram o necessário no sistema de fornecimento de água para acompanhar esse crescimento. Com certeza é um grande esforço, e a população vai ter em casa este grande benefício, que é a água potável”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*