Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

CAMPOS CRITICA OPONENTES LIGADOS À “VELHA POLITICA”

Publicado em: 30/7/2014

Candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos

Em sabatina realizada nesta quarta-feira, 30, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, criticou a política exercida pelos oponentes Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), classificados por ele como candidatos à Presidência ligados à “velha política”. “A vida, como dizia um grande escritor, são as nossas circunstâncias. As circunstâncias que cercam a presidente Dilma e o Aécio são as circunstâncias de preservar a velha política brasileira”, disse. O candidato criticou a aliança do governo do PT com o PMDB, representado pelo ex-presidente José Sarney e o presidente do Senado, Renan Calheiros. “Começar a fazer uma transição para um outro patamar (da política) é possível, é necessário. O Brasil não precisa de mais quatro anos de Sarney, de Renan”, considerou. “Nós precisamos renovar e eu vou renovar a política no Brasil. Renovei a política no Pernambuco”, disse. Campos comprometeu-se com os empresários reunidos na sabatina a fazer uma reforma tributária, se eleito. Ele afirmou que é preciso “resolver a cumulatividade de tributos”. Campos também prometeu eliminar os impostos incidentes sobre as exportações e fazer uma “desoneração completa” dos investimentos. O ex-governador de Pernambuco disse que, quando esteve à frente do Estado, até o início deste ano, aproximou-se do empresariado e fez um governo que “procurou dialogar com o empresariado”. Ele afirmou que pretende repetir a proximidade na Presidência. “Pernambuco viveu um período de reindustrialização”, disse. “O governo foi parceiro dos que querem investir”, afirmou.

Nivaldo Sou

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*