Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

BARREIRAS:KELLY MAGALHÃES JUSTIFICA SEU APOIO A ANTÔNIO HENRIQUE

Publicado em: 07/6/2016

images

Fui convidada pelo prefeito Antônio Henrique, depois de uma longa conversa sobre política passada, presente e futura, a compor o seu governo, contribuindo com a educação do município.

Enquanto dirigente política dos comitês municipal e estadual, apresentei a proposta do prefeito dentro das instâncias partidárias. Não obstante minha posição política em ser adversária e crítica do governo de AH, o cenário político estadual e nacional nos leva a convergir e apresentar propostas para compor o governo. A luta por um país melhor não resume ao provincianismo de escolhas locais.

Ao longo dos anos de militância nos movimentos sociais e no exercício de cargos eletivos, com resultados positivos e nenhuma nódoa em minha vida pública, certamente que meu desejo é o de contribuir com o meu município, sendo eleita para o poder executivo.

Infelizmente, depois de passar todo o ano de 2015, tentando articular apoios na construção de uma candidatura que fosse de fato, nova e propositiva, não obtive êxito. Engana-se quem pensa que numa cidade de porte médio e grande importância no cenário estadual, uma aliança política não passe por análises sobre a conjuntura nacional.

Ademais, ainda prefiro tratar das divergências que já tive e tenho com o prefeito que há mais de 20 se consolidou como um líder popular, que conhece o que é ser oposição e governo, sem arredar os pés do município de Barreiras, a ter que aceitar um candidato que governou quase duas décadas em sua cidade, sem nunca ter tido oposição na vida, apenas se revezando em família. Barreiras não é mais uma currutela.

Aceitei compor o governo do atual prefeito e me dispus a ajudar na construção de uma agenda positiva que leve em consideração os problemas estruturais que já são velhos conhecidos do povo.

Parte sensível de qualquer governo, pelas condições pedagógicas e sociais, a secretaria municipal de educação jamais seria tratada por mim como algo menor ou meramente político.

Reconhecer a importância da categoria, valorizar quem conhece o chão de uma sala de aula, quem convive diariamente com os dramas de alunos com problemas de aprendizado por condições sociais, quem muitas vezes tem boas sugestões e quase nunca é ouvido, quem sempre quis participar e poucas foram as oportunidades dadas.

Esse foi o meu objetivo ao aceitar a secretaria de educação. Indicar alguém que fosse de fato um “peão” da educação, que tenha olhos de ver com carinho e ouvidos para escutar com atenção, o que cada um tem para contribuir.

Esse escolhido foi o professor Franciney Sardeiro, atualmente diretor do Colégio Octavio Mangabeira e professor da rede há 20 anos.

Tive a certeza de que a escolha foi acertada, ao ver os olhos marejados de lágrimas de seus colegas e alunos. Nada é mais importante do que tocar o coração do outro e ser reconhecido pelas suas ações.

Ao prefeito Antônio Henrique que confiou e está dando todas as condições para o secretário fazer um bom trabalho, agradeço e envidarei esforços em outras áreas que puder contribuir.

Aos pessimistas e críticos que diz que só serão seis meses, eu respondo que o tempo é senhor da razão.

A vida não faria sentido se nos deixássemos morrer por causa de um prazo. O amanhã a Deus pertence. Um dia já faz muita diferença. Seis meses fazem uma revolução.

Quem disse que viver é fácil? O sentido da vida é a luta permanente dentro de cada um.

Kelly Magalhães do PC do B de Barreiras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*