Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









BARREIRAS: VEREADORES QUERIAM REDUÇÃO DE SALÁRIOS, MAS O POVO QUERIA LINCHA-LOS?O QUE ACONTECEU?

Publicado em: 19/12/2016

 A polêmica instalada no último dia 15 de dezembro de 2016 em que muitos amigos da Imprensa e Proprietários de contas de redes sociais e zap zap se tornaram Juizes, Desembargadores, Ministros do Supremo, Intelectuais da Academia de Letras do Brasil, Autoridades Eclesiásticas entre outros,(Uns ao abrirem contas já se sentem autoridades) que com base em informações inverídicas “plantadas” quase lincharam alguns Vereadores da Câmara Municipal de Barreiras-Bahia, com a maciça divulgação e debate em que afirmavam que os Vereadores atuais queriam aumentar os salários dos próximos: Prefeito, Vice, Vereadores, Secretários Municipais daquele município. Na verdade, foi ao contrário conforme documentos encaminhados pelos Vereadores.

Todavia, o renomado Jornal O Expresso LEM, conduzido por Sampaio, retrata de forma mais transparente e picante, a inversão da coisa e esclarece melhor que este humilde Editor.

Confira o Oficio encaminhado à nossa Redação e em seguida, leia o que O Expresso LEM escreve, pois, por ele, não tem o que escrever aqui.

Os Vereadores que assinam o Oficio são inocentes.

bce7292a-1c8a-4415-971d-9a04484db15f86f7ac8a-c307-4d99-aeb0-31164b6e34f458ca46e1-dba0-4c81-a46e-2f2c7ec990d3-1

Salários debatidos na Câmara não passaram de encenação.

carlos-tito

Carlos Tito: mestre em cortinas de fumaça, escapadas misteriosas e mise-en-scène.

O vereador Carlos Tito, presidente da Câmara de Vereadores de Barreiras, é perito em grandes performances teatrais. Durante todo o dia de ontem(15/12/2016), vereadores e pessoas relacionadas com a política, propagaram, mesmo sem ver o projeto, que, na sessão ordinária, à noite, seria apresentado uma proposta de majoração dos salários dos membros da Casa e do Executivo.

Vários órgãos de imprensa noticiariam o evento. Inclusive O Expresso(Correio do Oeste também), que chegou a publicar matéria sobre o aumento com base em fontes de colegas da cidade.

Aconteceu ao contrário: foi apresentado um projeto de redução de subsídios de prefeito, vice e vereadores, que, no meio da confusão nem chegou a ser votado.

Enquanto o povo debatia freneticamente os salários, esvaziou-se o tempo para saber do destino das eventuais sobras das verbas do duodécimo.

Aliás, como aconteceu no ano passado, com aquela história de sobre de R$500 mil que não foi devolvida porque não teria sido repassada e no final ficou por isso mesmo.

O formador de atores de maior conceito na história do teatro, o russo Constantin Stanislavski, falecido em 1938, deu três voltas completas no túmulo. Carlos Tito Marques Cordeiro quase que supera seu mestre na noite de ontem(15/12/2016).

Fonte:O EXPRESSO LEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*