Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



BARREIRAS: VEREADORA KARLUCIA PROTESTA CONTRA CRIAÇÃO DE NOVAS SECRETARIAS

Publicado em: 11/12/2013

_DSC9641
O presidente do PTdoB, Queiroz recebe ofício n° 027/2013, das mãos da vereador Karlúcia Macêdo, ao fundo Carmélia da Mata, presidente do Sindsemb

Claramente contrária a criação das três novas secretarias, a vereadora Karlucia Macêdo – 1ª Secretária da Mesa – articula união com diversas entidade das sociedade civil para barrar o projeto de reestruturação pretendido pelo executivo municipal e que já está na Câmara para ser votado. “Estamos comunicando as universidades, comissão da paz, aos Sindicatos e outras entidades de classe, via ofício assinado por mim e pelo presidente da casa para que possamos impedir a aprovação deste projeto”, disse.

Segundo a edil, ainda no início do ano o prefeito fez demissão de significativo número de funcionários contratados argumentando contenção de despesas e enxugamento da máquina administrativa.

“O prefeito pegou a contramão e quer criar as secretarias de Infraestrutura e Obras, Serviços Públicos e Transporte e a Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, e – para espanto de todos – quer extinguir a defensoria pública municipal. A meu ver tudo isso não passa de um verdadeiro desrespeito com o servidor público e com o cidadão”, argumentou Karlucia.

Para a presidente do Sindsemb, Carmélia da Mata, essa atitude é uma afronta. Segundo ela existe dinheiro pra tudo, menos pra pagar os salários atrasados. “O que chama a atenção nesse momento difícil em que passa Barreiras é o aumento dado aos servidores comissionados enquanto muita gente fica sem receber salários. Por outro lado não podemos concordar com o fato de se querer suprimir um serviço tão importante quanto a defensoria. Essas atitudes são inadmissíveis”, protestou Carmélia.

Hoje tem sessão na câmara, no qual o tema deverá ser pauta acalorada nos debates entre os edis, uma vez que circulam falas de que o presidente Carlos Tito está sendo pressionado pelos colegas que defendem a tese da criação de mais 59 cargos comissionados e a criação das novas secretarias. É esperar pra ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*