Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !







AÇÕES DA CODEVASF SERÃO EXPOSTAS DURANTE A FRULAPA 2013

Publicado em: 26/9/2013

220130926094141
Kits de apicultura, uma pequena horta sendo cultivada com ajuda de kits de irrigação, uma cisterna de consumo do programa Água para Todos. Tudo isso poderá ser conhecido pelos visitantes do estande da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na IX Frulapa e na III Feira Territorial do Velho Chico, que ocorrem conjuntamente, em Bom Jesus da Lapa, região do Médio São Francisco, de 3 a 6 de outubro (quinta a domingo).

O material exposto no estande é uma amostra das ações empreendidas pela Codevasf no Médio São Francisco baiano – principalmente em Bom Jesus da Lapa e no Território do Velho Chico –, por meio de sua 2ª Superintendência Regional. O público poderá ver de perto uma cisterna de consumo de água idêntica às que estão sendo instaladas pela Companhia nas comunidades rurais da região como parte das ações do programa Água para Todos, coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MI) e executado pela Codevasf em sua área de atuação.

O visitante também terá contato com kits de apicultura e com uma horta onde estarão implantados kits de irrigação – material fornecido para famílias de agricultores inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais do governo federal (CadÚnico), no âmbito do trabalho de inclusão produtiva do Plano Brasil sem Miséria.

“Vamos aproveitar a ocasião para realizar algumas doações importantes. Estamos articulando, por exemplo, a entrega de 150 kits de apicultura para a Coopamesf (Cooperativa Regional dos Apicultores do Médio São Francisco) de Ibotirama, e a doação de 40 tanques-rede para a Cooperativa de Aquicultores de Morpará”, afirma Wilson Neri, chefe da unidade responsável pelas ações do eixo de inclusão produtiva na área de atuação 2ª Superintendência Regional da Codevasf.

Dois locais sediarão o evento: a sede do IFBaiano, no Projeto Formoso, onde acontecerão cursos e palestras, e o estádio Benjamin Farah, onde haverá exposições, feira de artesanato, shows e outros atrações artísticas. A expectativa é de que o evento receba cerca de 50 mil pessoas ao longo dos quatro dias.

Além da Codevasf, alguns dos principais realizadores do evento são a prefeitura municipal de Bom Jesus da Lapa, o Distrito de Irrigação de Formoso, o Conselho de Desenvolvimento do Território Velho Chico, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFBaiano) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

A Frulapa é voltada principalmente para o público de Bom Jesus da Lapa, município que é o maior produtor de bananas do Nordeste e o segundo maior do país devido ao desempenho do Projeto Formoso – perímetro irrigado mantido pela Codevasf. A produção deste perímetro cresceu 17% entre 2011 e 2012, ano em que alcançou R$ 112 milhões em valor bruto de produção – cerca de 160 mil toneladas foram comercializadas. O perímetro mantém sete mil empregos diretos e 10,5 mil empregos indiretos.

Negócios e capacitação

A IX Frulapa é uma porta de entrada para novas oportunidades de negócio, já que atuais e potenciais clientes participam do evento. A Frulapa também promove capacitação para os produtores com a oferta de cursos e palestras de especialistas. Alguns de seus principais objetivos são a potencialização do agronegócio da fruticultura irrigada, a abertura de novos mercados, o estímulo ao empreendedorismo rural, a facilitação do acesso a novidades tecnológicas e a troca de experiências.

A Feira Territorial do Velho Chico contará com visitantes de toda a região, principalmente do Território de Identidade Velho Chico, que tem 370 habitantes e abrange área de 46.334,80 km2 de 16 municípios: Barra, Bom Jesus da Lapa, Brotas de Macaúbas, Carinhanha, Feira da Mata, Ibotirama, Igaporã, Malhada, Matina, Morpará, Muquém de São Francisco, Oliveira dos Brejinhos, Paratinga, Riacho de Santana, Serra do Ramalho e Sítio do Mato.

Programação

O presidente da Codevasf, Elmo Vaz, participará da primeira atividade do evento – uma mesa redonda sobre Políticas Públicas, que acontecerá das 13h30 às 17h30 da quinta-feira, 3, no Ginásio do IFBaiano –, juntamente com o Superintendente Regional da Codevasf, Lourival Gusmão, o Secretário Estadual de Agricultura da Bahia, Eduardo Salles, e outras autoridades. A abertura oficial acontecerá no mesmo dia, a partir das 19 horas, no estádio Benjamin Farah.

Na sexta-feira, 4, a programação começa às 7h30 no Ginásio do IFBaiano, com a discussão técnica “Nematóides da Bananeira – Avaliação e Estratégias de Convivência”. Outras três discussões técnicas conduzidas por especialistas acontecem no mesmo local até o fim da tarde, com temas variados como manejo correto da irrigação para cultura da bananeira e vantagens da irrigação localizada.

O sábado, 5, é o dia que conta com a maior programação relacionada à disseminação de conhecimentos científicos. Logo cedo, às 7h30, haverá visita a uma plantação do Projeto Formoso para avaliação de citricultura como alternativa de diversificação de culturas. A partir do mesmo horário, no IFBaiano, acontece discussão técnica conduzida por profissionais do Sebrae – “Mercado e Comercialização: tendências e perspectivas”. Em seguida, serão realizadas discussões sobre adubação orgânica, nutrição e adubação de bananeiras.

O período da tarde está reservado para 13 minicursos e para a elaboração de projetos – a partir das 13h30, também no IFBaiano. Atrações musicais animam as noites nos três primeiros dias do evento. No domingo, 6, continuam a acontecer exposições de artesanato de grupos dos municípios que fazem parte do Território de Identidade do Velho Chico.

Acesso a água

A Codevasf desenvolve diversas ações de acesso a água para a população do Território do Velho Chico, que está encravada no semiárido baiano. Uma delas é o investimento de R$ 64,2 milhões na implantação de dez sistemas simplificados de abastecimento de água em Bom Jesus da Lapa, Malhada, Serra do Ramalho, Carinhanha, Paratinga e Sítio do Mato – o trabalho beneficia cerca de 30 mil pessoas.

As obras para implantação de outros cinco sistemas, em Carinhanha, Ibotirama, Morpará, Muquém do São Francisco e Paratinga, devem ser iniciadas ainda em 2013. Também foram construídos pela Companhia oito barreiros (quatro em Bom Jesus da Lapa e quatro em Matina), com total de R$ 254,3 mil de investimentos. Está prevista a construção de outros 19 barreiros nos Territórios do Velho Chico e do Sertão Produtivo em 2013.

A Codevasf ainda instalou 3.617 cisternas de consumo humano do programa Água para Todos em Barra, Ibotirama e Riacho de Santana – R$ 21,3 milhões em investimentos para atendimento de 25 mil pessoas. Outras 4.905 cisternas começaram a ser instaladas neste ano nos municípios de Bom Jesus da Lapa, Brotas de Macaúbas, Feira da Mata, Igaporã, Malhada, Paratinga e Serra do Ramalho – investimentos de R$ 28,9 milhões para abastecer cerca de 20 mil pessoas.

A Companhia perfurou e instalou 78 poços na região desde 2011, com investimentos de R$ 3,1 milhões. Desde 2011 também foram investidos R$ 1 milhão na construção e na recuperação de 89 aguadas. Além disso, seis barragens estão sendo construídas ou recuperadas na região, com orçamento de R$ 588,4 mil.
Ascom Codesvasf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*