Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



PAULO SOUTO REALIZA CONVENÇÃO E TENTA ROTORNAR AO COMANDO DO GOVERNO DA BAHIA

Publicado em: 18/6/2014

10492576_803418133004491_6655744588327459465_n

Paulo Souto: “Quero trabalhar pela Bahia em vez de ficar dando desculpas”

“Se eleito, não vou ficar procurando desculpas, ou apontando culpados, para as dificuldades que certamente encontrarei pelo caminho. Assumirei a minha responsabilidade com a Bahia e não sossegarei um minuto até que os principais problemas do estado estejam em ordem”, afirmou Paulo Souto, durante a Convenção Partidária que oficializou a sua candidatura a governador na chapa majoritária da oposição, ao lado de Joaci Góes (PSDB), candidato a vice, e Geddel Vieira Lima (PMDB), a senador, nesta quarta-feira (18), no Espaço Unique, em Salvador.

A Convenção contou com a presença do prefeito de Salvador, Antonio Carlos Magalhães Neto, do presidente nacional do Democratas, senador José Agripino, além de outros prefeitos e deputados aliados.

Celebrando a histórica união das forças oposicionistas por uma Bahia melhor, que aglutinou 17 partidos, Paulo Souto observou que há dois anos, os cidadãos de Salvador e Feira de Santana deram uma lição em quem achava que essas cidades se curvariam a chantagens e ameaças.

“O povo mostrou que é soberano e elegeu ACM Neto e José Ronaldo. Quando o povo quer, não adianta ameaçar, não adianta mentir, não adianta vir com tropa de ministros ou com presidente, porque a vontade popular vale mais do que as ameaças de um partido que está achando que virou dono da Bahia”.

O candidato da oposição a governador foi veemente ao asseverar que o sentimento dos baianos é de mudança. “As pessoas querem voltar a confiar em seus governantes. E a falta de confiança no governo atual é porque ele promete e não entrega. Não tem compromisso com a verdade e nem com a nossa terra. Está aí há oito anos e até hoje fala em herança maldita. Não reconhecem que são eles os principais responsáveis pela situação caótica de nosso estado”.

Para Paulo Souto, hoje existem duas Bahias. “Existe a Bahia da propaganda do Governo do Estado, onde tudo é uma maravilha. E a Bahia de verdade, onde vivemos e nada vai bem. A verdade é que nos assuntos que fazem diferença em nossas vidas – seja na educação, na saúde ou na segurança – este governo deveria se desculpar com o povo baiano por todo o mal que tem feito. Em apenas sete anos, por exemplo, mais de 36 mil baianos foram assassinados”.

“Nas mãos do PT, a Bahia é um navio sem rumo. Não sabe para onde quer ir”, disse Paulo Souto, destacando ainda que o estado vem perdendo o protagonismo no Nordeste. “Sob a gestão petista, estamos perdendo espaço para Pernambuco, para o Ceará. Antes deles, nós éramos a 6ª economia do País. Hoje caímos e temos o 8° PIB estadual. Fomos superados por Santa Catarina e o Distrito Federal”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*