MANSIDÃO: PREFEITURA FECHA AS PORTAS EM APOIO AO MOVIMENTO LIDERADO PELA UPB

Publicado em: 26/10/2017

A Prefeitura Municipal de Mansidão-Bahia, adere ao movimento encabeçado pela UPB( União das Prefeituras da Bahia) e fechou às portas de suas repartições, hoje, da 26 de outubro de 2017.

Hoje acontece o Movimento Pró-Município, com o apoio dos Prefeitos da Bahia, Presidentes de Associações e Consórcios Públicos Municipais de diversas regiões.

Este é um importante protesto com o fechamento das prefeituras baianas, mantendo apenas os serviços essenciais.

A paralisação acontece no mesmo dia da Marcha em direção à Assembleia Legislativa do Estado da Bahia.

O Prefeito Ney Borges relata a nossa reportagem “Não pude estar presente, pois, já tinha agenda em Brasília (Assinatura Convênio da Creche), porém, nosso Municipio está fazendo parte diretamente do movimento.”

 

A MOBILIZAÇÃO

Hoje, as prefeituras do estado baiano fecharam as portas, mas os serviços essenciais serão mantidos. A paralisação acontece com o Movimento Pró-Município, na qual os prefeitos saíram da sede da UPB, às 8h, caminhando em direção a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia para uma audiência pública. O movimento, que também acontece em todos os estados do Brasil, tem apoio da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

 

O Movimento Pró-Município tem como principal objetivo chamar a atenção dos poderes estadual e federal para a grande crise financeira, que assola as prefeituras.Logo após a Marcha, acontece uma audiência pública com a pauta municipalista. Serão convidados os 39 Deputados Federais da Bahia e os três senadores do Estado: Lídice da Mata, Otto Alencar e Roberto Muniz.

Questões prioritárias definidas pelos gestores: Na pauta estadual estão os repasses em atraso da saúde, transporte escolar e assistência social; divisão dos royalties do petróleo com os municípios; implementação da Lei de Incentivo à Cultura no interior da Bahia e a revisão do cálculo do IPVA. Na pauta federal a redução de quase 100% no orçamento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), que atinge diretamente os CRAS e CREAS.

Por João Néris DRT 4145-BA

 

Participe ! Deixe seu comentário !

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*