Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !







Sem promessa de data, Neto cogita ampliar retomada do setor cultural após evento teste

Publicado em: 05/11/2020

por Bruno Luiz / Jamile Amine

Sem promessa de data, Neto cogita ampliar retomada do setor cultural após evento teste 

Foto: Bruno Luiz / Bahia Notícias

Durante a inauguração do novo Mercado São Miguel, na Baixa dos Sapateiros, na manhã desta quinta-feira (5), o prefeito ACM Neto fez um breve balanço das políticas municipais voltadas para reativar o setor cultural de Salvador, fortemente afetado pela pandemia do novo coronavírus. 

 

Sobre o mercado do entretenimento, Neto afirmou que houve um avanço no processo de retomada. “Primeiro permitimos, não só o voz e violão, mas também que haja apresentação em duplas em bares, restaurantes, etc., permitimos a reabertura de teatros, centros culturais, de circo, portanto, eu diria a você que o que está ainda represado são os eventos comerciais, que implicam na venda de ingressos, com apresentação de bandas, que são muito tradicionais em nossa cidade. Mas eu ainda nao me sinto em segurança para permitir festas em Salvador”, argumentou, projetando progressos com parcimônia.

 

“Vai chegar num ponto, e eu acho que pode ser que não demore muito, que a gente permita pequenos eventos. Por exemplo, hoje nós temos um limite de 200 pessoas. Esse limite foi estabelecido pelo governo e a prefeitura concordou com ele e aderiu a ele. Pode ser que um próximo passo, e eu não estou aqui marcando data, seja permitir eventos dentro desse limite de 200 pessoas”, disse ACM, lembrando que no dia 11 a prefeitura realiza um evento teste no Centro de Convenções (clique aqui e saiba mais), que pode servir de parâmetro para os próximos passos. 

 

“É um evento modelo. Não é musical, mas eu estou muito esperançoso que a partir dessa experiência a gente possa validar internamente protocolos que permitam a gente olhar esse horizonte da retomada de feiras, exposições, e quem sabe até eventos com venda de ingressos, tendo, repito, um limite no número de pessoas”, cogita o prefeito, destacando, no entanto, que não está “prometendo nada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*