Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

SE NÃO FICAR COM VICE DE ROMA, PTB PRETENDE LANÇAR CANDIDATURA PRÓPRIA AO GOVERNO DA BAHIA

Publicado em: 12/4/2022

Embora com boas chances de indicar um nome para ocupar a única vaga que resta na majoritária de João Roma (PL) ao Governo da Bahia, o PTB não descarta lançar candidatura própria ao Palácio de Ondina, caso seja preterido na escolha da vice na chapa bolsonarista no estado.

 

Em conversa com o Bahia Notícias, o presidente do PTB no estado, Gean Prates, revelou que as conversas para a composição estão avançadas, mas justificou que uma possível mudança de rumo nos planos seria algo coerente, devido ao histórico da legenda.

 

“Agora que as coisas estão se afunilando, a gente busca fazer uma composição. Se não der certo essa posição, que eu acho que politicamente para a Bahia seria de bom tom, o PTB lançará candidato ao Senado e ao Governo do Estado. Partindo do princípio de que o único partido que pode sustentar um discurso verdadeiramente conservador é o PTB. O PL não credencia este discurso. É um paradoxo danado isso, porque apesar de Bolsonaro estar filiado ao PL ele não tem domínio da máquina partidária”, argumentou Prates.

 

Questionado se seria o nome do partido para compor a vice de Roma, Prates preferiu fazer mistério. “Temos bons nomes que se demonstraram interessados, mas ainda não posso revelar quem são”, desconversou.

 

Um quadro cotado na bolsa de apostas do entorno do ex-ministro da Cidadania, é o da ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Eliana Calmon. Procurada pela reportagem, Eliana rechaçou a entrada na política (lembre aqui). Para o BN, Prates também negou que tenha algum tipo de negociação com a jurista. “Não foi conversado nada neste sentido. Ela pode se aventurar em outro partido”, resumiu. A vaga ao Senado na chapa de Roma tem a ex-secretária de Saúde de Porto Seguro, Raíssa Soares como pré-candidata, também pelo PL.

 

CORRENDO POR FORA

Além do PTB, outro partido que se alinhava para compor a chapa encabeçada por João Roma era o PROS. Porém, a direção nacional da legenda negou a intenção de aliança, e em nota informou que as tratativas para composição são com o grupo de ACM Neto, também pré-candidato para o pleito de outubro. “O que há de concreto são conversas avançadas de uma aliança com o pré-candidato ao Governo da Bahia, ACM Neto”, diz trecho do comunicado (leia mais aqui).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*