Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

SÃO DESIDÉRIO: SEMINÁRIO DE PEDAGOGIA POR PROJETOS FOI APLICADO PARA DIRETORES E COORDENADORES ESCOLARES

Publicado em: 03/6/2015

 

 

 

Diretores escolares e coordenadores pedagógicos da Rede Municipal de Ensino de São Desidério, cadastrados no Programa Despertar, inserido nas escolas da zona rural do município, participaram do Seminário de Pedagogia por Projetos, com a palestrante e instrutora do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR, Clélia Corrêa Gonçalves. Cerca de 30 profissionais da educação, reuniram na terça-feira, 02, no auditório da prefeitura, para o encontro que acontece uma vez ao ano e tem como propósito recapacitá-los. A temática trabalhada em 2015 é ‘Meio Ambiente: Vida, Saúde e Cidadania’.

 

O seminário objetiva reconhecer a pedagogia por projetos, como alternativa didática apropriada para trabalhar com estudantes e comunidades e, refletir sobre a ação do educador, do educando e da comunidade na aplicação da metodologia do projeto. Em anos anteriores, era ministrado para os professores, e a partir deste ano passa a ser ministrado apenas para os diretores escolares e coordenadores pedagógicos.

Sandreane Mattos, coordenadora Municipal do  Programa Despertar,  explica as mudanças. “No ano passado, em Salvador, em reunião de avaliação do Despertar, realizada com os coordenadores e secretários de educação, foi proposto e aceito que nós não poderíamos mais tirar os professores da sala de aula para participarem deste seminário, devido ao cumprimento do calendário letivo, já que eles participam de diversas outras ações”, assegura.
A instrutora do SENAR, Clélia Gonçalves, esclarece sobre o seminário. “Pela manhã, abordamos os objetivos, apresentamos as propostas e discutimos sobre a fundamentação do que é sustentabilidade, baseada no triângulo do equilíbrio, justiça social e economia viável. À tarde, foi um momento em que analisamos os projetos já elaborados”, afirma.
Segundo a coordenadora pedagógica, Ana Claudia Almeida Soares, a construção do conhecimento sobre as questões ambientais, é além do que o professor conhece dentro da escola. “Quando a Clélia falou sobre sustentabilidade ela expandiu o meu conhecimento, a dinâmica foi muito boa. Neste momento de análise dos projetos estabelecemos um conhecimento muito importante sobre como de fato construir um projeto”, disse.
Consta na Lei nº 9.795, que dispões sobre a Educação Ambiental, Art. 2º, que a Educação Ambiental é um componente essencial e permanente da educação nacional, devendo estar presente, de forma articulada, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não formal.

Texto e fotos: Ascom SD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*