Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



SÃO DESIDÉRIO: ESTUDANTES DA LOCALIDADE DE ALMAS APRESENTAM ATIVIDADES DO PROJETO QUE INCLUI FAMÍLIA E COMUNIDADE NO ESPAÇO ESCOLAR

Publicado em: 11/12/2014
 

 

Trazer a família e a comunidade para o ambiente escolar foi uma alternativa que a equipe da Escola Municipal Henrique Vieira de Barros e a psicóloga Emmila Carvalho, encontraram para qualificar o processo de ensino-aprendizagem para os alunos do povoado de Almas, há 40 km da sede.

Intitulado de ‘A Comunidade no Espaço Escolar: Construindo Articulações para o Futuro’, o projeto foi idealizado após intervenção desenvolvida no ano de 2013 junto à turma do 6° ano. As ações do projeto foram realizadas no segundo semestre de 2014, por meio de visitas domiciliares junto às famílias e membros da comunidade, bem como oficinas de artes e música ministradas nas salas de aula por artistas da localidade. A presença de pessoas da comunidade na escola, motivou a equipe a também investir nas competências artísticas dos alunos.

 

Para fortalecer este vínculo e mostrar a toda comunidade as atividades produzidas durante o ano letivo, tanto no contexto do projeto quanto no campo das atividades pedagógicas,  foi realizada na noite desta terça-feira, 09, na quadra poliesportiva da localidade uma feira com exposições dos trabalhos de artes, além da apresentação de danças, músicas, dramatizações e o desfile da primavera que envolveu alunas/os da educação infantil e do primeiro ano do ensino fundamental.
 
 
De acordo com a gestora escolar, Silvânia Maria, a parceria entre escola e comunidade é indispensável para uma educação de qualidade e depende de uma boa relação entre familiares, gestores, professores, servidores e estudantes. “Eram constantes os episódios de desentendimentos entre os alunos, por isso, idealizamos o projeto e conseguimos aproximar mais as famílias que eram ausentes da vida escolar dos seus filhos e resolver este problema. Ainda fortalecemos mais os laços entre os pais que são presentes, o que resultou na realização desta feira para que a comunidade perceba o potencial dos alunos e das pessoas que realizaram este trabalho de forma voluntária”, destacou.
 
Segundo a psicóloga da Secretaria Municipal de Educação, Emmila Carvalho, a participação das famílias  e da comunidade no cotidiano escolar dos filhos é um fator determinante para o desempenho do aluno na escola. “A comunidade precisa ocupar o espaço escolar e participar dos projetos e decisões da instituição que tem como função, formar cidadãos críticos que questionem a realidade social e busquem sua transformação.  Famílias e comunidade devem auxiliar o trabalho da escola dialogando,  sugerindo,  desenvolvendo críticas construtivas e participado do espaço escolar em prol da qualificação do processo ensino-aprendizagem,  pois essa parceria incide de forma direta  e positiva no desenvolvimento do alunado”, avaliou.
 
 
Texto e fotos: Adinete Batista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*