Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

RUI COSTA CRITICA BOLSONARO E VÊ ‘DESASTRE’ NA AGRICULTURA COM FALTA DE FERTILIZANTES

Publicado em: 08/3/2022

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), criticou nesta segunda-feira (7) a política econômica do governo Bolsonaro, que, segundo ele, fechou fábricas e expôs a agricultura brasileira ao “desastre” da falta de fertilizantes com a greve entre Rússia e Ucrânia.

“Eles quebraram, privatizaram ou fecharam fábricas de fertilizantes, porque queriam vender a preço extensivo para a produção do gás natural, que é fundamental para fertilizantes. Hoje, o Brasil, com a guerra entre Rússia e Ucrânia, vive um desastre para a agricultura, porque não tem fertilizante. Porque o maior fornecedor do mundo de fertilizante é a Rússia”, apontou Rui.

A Secretaria de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura do Estado (Seagri) tem demonstrado preocupação com a dependência que a Bahia possui dos fertilizantes russos. Segundo o titular da pasta, João Carlos Oliveira,  mesmo antes do conflito começar na prática, a crise diplomática lá já interferia no plantio aqui (relembre aqui).

“Isso dá o tom do desastre que aconteceu no nosso país após o golpe que tirou [a ex-presidente] Dilma [Rousseff, do PT] do poder, seguida de Temer e do atual presidente, que é um desastre econômico”, criticou o governador.

Rui ainda fez um paralelo com a alta do preço dos combustíveis no Brasil e voltou a relacionar a situação com o impeachment da ex-presidente Dilma.

“Não há uma política de combustíveis no país. Esquartejam a cada dia a Petrobras e vão desmantelando a possibilidade do país fazer política econômica, política de incentivo à agricultura, política de preço de combustível. Isso é apenas uma demonstração clara do desastre que o país mergulhou após a cassação da Dilma”, finalizou Rui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*