Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









REFORMA DA PREVIDÊNCIA É PARA AJUDAR OS POBRES, DIZ BOLSONARO

Publicado em: 06/5/2019

Presidente participou de uma entrevista com Silvio Santos na noite do domingo (5)

Redação
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) participou uma entrevista descontraída com o apresentador Silvio Santos, no SBT, na noite do domingo (5). Na ocasião, o chefe do Executivo falou diferentes temas, como o uso da bolsa de colostomia e a reforma da Previdência.

No bate-papo, o presidente e o apresentador defenderam a Previdência, mas divergiram em relação ao armamento da população.

“Essa reforma é para ajudar os pobres, exatamente ao contrário do que muitos políticos de esquerda dizem”, afirmou Bolsonaro.

Diante de dúvidas de Silvio Santos, de 88 anos, o presidente ressaltou o aumento da expectativa de vida. “As pessoas estão vivendo bem mais.” Os dois, então, engataram um longo papo sobre a reforma, da qual Silvio Santos se disse amplamente favorável.

“Se não tivermos reforma da Previdência, vamos ter de fazer dinheiro para pagar, o que gera inflação. A Previdência é importante… não é porque o presidente está aqui. Se não tiver previdência vai ter inflação e nosso dinheiro vai valer menos”, afirmou Silvio. Bolsonaro voltou a demonstrar otimismo. “A reforma depende de deputados e senadores. A maioria está convencida de que tem de aprovar, apesar de ser preciso um certo desgaste político”.

Bolsa e rotina em Brasília

Bolsonaro contou ao dono da emissora que não teve problemas para usar a bolsa, já que o produto era de alta tecnologia, mas lembrou que na rede pública brasileira não há fornecimento do material com tanta qualidade e, por isso, muitos brasileiros usam “um saco plástico” ao serem colostomizados.

O presidente da República contou também sobre seu dia a dia em Brasília. Disse que, depois do atentado que sofreu durante a campanha eleitoral – razão pela qual precisou passar por três cirurgias –, não consegue mais praticar exercícios físicos como antes. “Logicamente, eu perdi muita coisa”, disse.

Diariamente, Bolsonaro sai do Palácio da Alvorada às 8h para estar às 8h10 no Palácio do Planalto, mas o trabalho já começa desde cedo. “Estou acordado desde às 5h. Fico ali no zap”, revelou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*