Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









PINHEIRO SOBRE”DEFINIÇÃO” DE RUI COSTA:”SE O CANDIDATO É TÃO FORTE,POR QUE ME TIRAR DA DISPUTA?

Publicado em: 06/9/2013

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.mUTKZ-bcEI
O senador Walter Pinheiro, um dos quatro petistas que pleiteiam internamente a indicação para ser o candidato a governador do PT na sucessão de Jaques Wagner, negou ter saído da disputa. Nota publicada em um jornal baiano, nesta sexta-feira (6), aponta que o parlamentar teria confessado “a amigos” e “à sua assessoria” que “não vê mais chances” de ser o escolhido, devido ao nome do secretário estadual da Casa Civil Rui Costa – que seria o favorito de Wagner – estar “cada vez mais forte no PT e fora dele”. “Confessar? Nem a padre ou pastor. Muito menos a amigos e tampouco a amigos-da-onça. Desistir? Como vou desistir de uma disputa que nem começou? Agora, se o candidato do jornalista que escreveu a nota é tão forte, por que me atacar? Ele poderia falar da força do candidato dele. Será que estou incomodando tanto que ele passou a criar falsas afirmações para me tirar da disputa?”, ironizou Pinheiro, em entrevista ao Bahia Notícias, ao inferir: “Já vi pena de aluguel, mas pena de boca de aluguel é novidade”. Além de Pinheiro e Costa, o titular da pasta de Planejamento do governo, José Sérgio Gabrielli, e o ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano, integram a lista de concorrentes a postulante ao Palácio de Ondina pelo partido em 2014.BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*