Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



OPOSIÇÃO REAGE A IRONIAS DE RUI COSTA

Publicado em: 16/3/2014

O peemedebista Bruno Reis e o democrata Heraldo Rocha responderam ao petista

A oposição ficou incomodada e reagiu às declarações dadas pelo governista Rui Costa (PT), durante entrevista à Rádio Metrópole. O petista ironizou a demora da escolha do político que encabeçará a chapa opositora, cuja briga está dividida entre o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) e o ex-governador Paulo Souto (DEM). Disse que demonstra que “não há confiança”, que acontecerão muitos “desentendimentos” e se gabou: “O adversário que vier temos que enfrentar. Estou preparado para vencer as eleições”. O presidente do DEM de Salvador, Heraldo Rocha e o deputado estadual Bruno Reis (PMDB) afirmaram que Rui “deveria se preocupar com ele” e não com a chapa opositora. “Nós estamos unidos. Eu acho que ele deveria respeitar o nosso momento de decisão. Por exemplo, respeitamos o momento deles de indefinição e negociação do vice que ainda não saiu e não nos preocupamos. Sabe o que isso parece? Visão de derrotado que está afobado. Ele não tem que se preocupar se vai ser Paulo Souto ou Geddel. Nós, que somos os principais interessados, aguardamos com tranquilidade a condução da negociação feita pelo prefeito ACM Neto (DEM). Teremos, pode ter certeza, uma chapa unida para salvar a Bahia”, declarou Rocha. Reis foi mais agressivo e alfinetou o governador Jaques Wagner e o próprio Rui Costa, que considerou ser um “candidato inventado” e “imposto” pelo chefe do Executivo baiano no processo de escolha. “Nós não estamos passando por nenhum problema, pois estamos dentro do calendário estipulado. Março ainda não acabou. O DEM e o PMDB estão afinados e Rui deveria se preocupar com ele e a chapa dele. Diferente dos petistas, nossa chapa pensa em gestão e não em política e estamos construindo ela dentro da logística de governar com gestão. Rui é inexpressivo, é um candidato fabricado pelo governador, por isso a indicação imposta dele teve que ser antecipada para que eles tentassem diminuir esse problema”, disparou. “Paulo Souto e Geddel não precisaram ser fabricados como Rui, pois fizeram história na Bahia. O anuncio virá no nosso tempo e não no deles”.

Victor Pinto, Tribuna da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*