Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



OITO DEPUTADOS TENTAM CÂMARA E SEIS DESISTEM DE REELEIÇÃO; 18 VEREADORES SÃO CANDIDATOS

Publicado em: 08/7/2014

por Evilásio Júnior

Oito deputados tentam Câmara e seis desistem de reeleição; 18 vereadores são candidatos

Fotos: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Se tradicionalmente os trabalhos legislativos já são prejudicados pelo ano eleitoral, este ano a situação deverá ser ainda mais impactante na Assembleia Legislativa da Bahia e na Câmara Municipal de Salvador. As duas casas somam juntas nada menos do que 75 candidatos. Só na AL-BA, 49 deputados tentarão a reeleição e oito pensam em ascender a Brasília – Cacá Leão (PP); Mário Negromonte Júnior (PP); Ronaldo Carletto (PP); Yulo Oiticica (PT); Capitão Tadeu (PSB); Elmar Nascimento (DEM); Paulo Azi (DEM) e João Carlos Bacelar (PTN). No caminho oposto, seis decidiram não estar presentes nas urnas em 5 de outubro: João Bonfim (PDT) – eleito conselheiro do Tribunal de Contas do Estado –; Carlos Gaban (DEM); Maria Luiza Orge (PSC); Maria Luiza Laudano (PSD); Hebert Barbosa (DEM) – abre espaço para o irmão Zito Barbosa (DEM) – e Luciano Simões (PMDB). Caso mais emblemático da lista, o peemedebista ficou inelegível após ser condenado em um processo de injúria e difamação movido por uma promotora do Ministério Público.

A lista de postulantes é extensa também na CMS: dos 43 vereadores escolhidos em 2012, 18 terão nova corrida por votos apenas dois anos depois. Almejam a Assembleia Aladilce Souza (PCdoB); Alan Castro (PTN); Alemão (PRP); David Rios (Pros); Fabíola Mansur (PSB); Gilmar Santiago (PT); Héber Santana (PSC); Hilton Coelho (PSOL); Marcell Moraes (PV); Odiosvaldo Vigas (PDT); Orlando Palhinha (DEM); Pedrinho Pepê (PMDB); Soldado Prisco (PSDB); Suíca (PT) e Vânia Galvão (PT). Cotado inicialmente para a disputa, Geraldo Júnior (SDD), após perder o apoio do ex-prefeito João Henrique (PSL), abdicou da eleição. Outros três – Ana Rita Tavares (Pros), Joceval Rodrigues (PPS) e Tia Eron (PRB) – tentam voos mais altos e pretendem chegar ao Congresso Nacional em 2015. Entre os edis, até agora, apenas três pediram licença – Castro, Rios e Santana, substituídos, respectivamente, por Beca (PTN), Alcindo da Anunciação (PT) e Paulo Magalhães Jr. (PSC) –, embora haja a expectativa de mais uma cadeira ficar vaga. Eron ainda avalia se deixará o mandato para se dedicar à campanha. Caso decida pelo afastamento, o ex-vereador Sabá (PRB) retorna à Casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*