Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



MONTE SANTO: CPI APONTA QUE ADOÇÃO FOI LEGAL

Publicado em: 26/5/2014

adotaDurante a semana, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara Federal, que investiga o tráfico de pessoas no Brasil, concluiu o relatório final da apuração e apontou que a adoção dos irmãos de Monte Santo, por famílias de Indaiatuba e Campinas, foi realizada de forma legal.

O relatório final dos cinco irmãos adotados mostra que não há nenhum indício de que houve tráfico de menores ou então pagamento para adoção das crianças.

A conclusão do documento afirma que “De pronto, exclui-se o tráfico para fins de adoção internacional, posto que as crianças não foram enviadas ao exterior, mas deslocadas dentro do território”.

Segundo ainda o relatório, está descartada a hipótese de venda das crianças as famílias de Indaiatuba. “Os elementos coligidos não apontam para qualquer ato de Silvânia ou Gerôncio no sentido de entregar as crianças, mediante paga ou promessa de recompensa, mas apenas uma suposta ocorrência de negligência no cuidados dos filhos, que ensejaram a retirada das crianças, as quais foram colocadas nos lares substitutos aparentemente contra a vontade dos pais. Consequentemente, não há também elementos que apontem para o pagamento feito pelos casais que receberam a guarda da criança.”

Em entrevista ao Mais Expressão, a advogada de uma das famílias de Indaiatuba,Lenora Thais Steffen Todt Panzetti, ressaltou que o relatório da CPI é positivo para o caso. “Vejo o relatório como positivo. As famílias acreditam e esperam pela justiça e que as crianças retornem aos seus lares, já que os recursos devem ser julgados em breve pelo Tribunal de Justiça. Tenho a certeza absoluta que isso vai acontecer”, diz. “Tanto a CPI do Senado quanto a da Câmara foram realizadas dentro da legalidade. Isso virá à tona e certamente a justiça será feita.”

Desde dezembro de 2012, os irmãos se encontram com os pais biológicos. Por quase dois anos eles conviveram com os pais adotivos de Indaiatuba e Campinas.

Fonte:http://anamages.org.br -Associação Nacional dos Magistrados Estaduais

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*