Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



LUIS EDUARDO MAGALHÃES:VEJA O DISCURSO DE POSSE DO NOVO PRESIDENTE DA CÃMARA DE VEREADORES, ELTON ALVES DE ALMEIDA

Publicado em: 03/1/2015

LUIS EDUARDO MAGALHÃES: DISCURSO DE POSSE DO NOVO PRESIDENTE DA CÃMARA DE VEREADORES, ELTON ALVES DE ALMEIDA

8985_620288228117510_5495127931963436540_n 1012905_581108198702180_8361653519720789795_n 1502483_620288291450837_6146048795036265445_n 10175081_620288334784166_4173405249875319984_n 10433295_880433648667742_662075237700705103_n

Bom dia à todos!

 

É com imenso prazer e satisfação que dirijo minhas palavras aos funcionários desta casa, colegas vereadores, aos munícipes presentes e aqueles que nos acompanham pelos meios de comunicação diversos.

 

Agradecimento as autoridades presentes em especial aos Doutores: Cesar Cabrine- Presidente da Sub-Sessão da OAB e ao Juiz de Direito desta Comarca Dr. Claudemir da Silva.

 

Quero dizer a todos que sou muito feliz em fazer parte desse Município, desse Poder, da Mesa Diretora mais uma vez e agora com um gosto especial sendo Presidente do Legislativo Municipal.

 

Aqui devo minha homenagem a Jesus Cristo e aos Colegas Vereadores, Mardonio da Rocha, Guinho da Contêm, Juvenal Xavier, Sidney Giachine, Reinildo Nery, Érik Café, Alaidio Castilho e a Vereadora Katerine Rios.

 

Estive recentemente em minha cidade de origem, São Gabriel-Ba, também andei pelos povoados por onde Eu e minha Família residimos por algum tempo. E enquanto por ali passávamos, rolava um filme na minha cabeça sobre as dificuldades enfrentadas pelos meus pais para sobreviver e criar seus cinco filhos com dignidade e muito suor debaixo de sol forte.

 

Mas, quem disse que viver é fácil. Todos os Vereadores têm uma história, um trabalho prestado; passaram por situações difíceis para chegar até aqui e desfrutar do prazer de se fazer história e de ajudar ao próximo.

 

A excelência desse país é o cidadão que paga seus impostos e não quem o administra. O fato de ser político não é crime é sim uma virtude, desde que respeite o trabalhador.

 

Estou aqui na condição de Vereador e Presidente da Câmara, aos quais cargos me dediquei a sua busca. Venho aqui hoje como um jovem e aprendiz político dizer à população que tenho me debruçado muito às necessidades que esse município enfrenta, assim devemos transformar essa transição em forma de pensamento de transformação e o papel do pensamento como escreveu Roberto Mangabeira Hungria “É o de confortar os aflitos e de afligir os confortados”. A minha filosofia política é a de que tudo que é correto, justo e legítimo deve encontrar o caminho da sociedade e do cidadão.

 

Saliento-me colocar essa casa à disposição dos professores, servidores em geral, cidadãos comuns e instituições para aqui se sentirem protegidos contra as amarras do executivo local e assim fazer fluir seus direitos e dignidade, ou seja, contribuir para o máximo da vida profissional e ética. A minha perspectiva existencial é a de que eu creio no bem e na justiça, mesmo quando eventualmente, circunstancialmente elas não se encontrem ao alcance dos olhos.

 

A emancipação das pessoas, a conquista da dignidade da pessoa humana, são valores que muitas vezes fluem por um rio subterrâneo que nós não conseguimos ver da superfície, mas ainda sim eles cumprem o seu curso, o seu destino. E o nosso papel, o papel do legislativo é o de empurrar a história fazendo um papel civilizatório ou mesmo de conquista para cada cidadão desse município, assim escreveu Chico Buarque ” A história é um carro alegre cheio de um povo contente que atropela indiferente todo aquele que a negue”.

 

O patriotismo está para a administração publica assim como o amor está para a vida privada, não é possível um ou outro viver sem ambos, assim não teria uma vida completa.

 

Temos uma justiça dura para os pobres e uma mansa para os ricos, temos o desafio de derrotar o patrimonialismo na administração pública para que tenhamos avanços, e não é impossível para quem derrotou o autoritarismo nesta casa. Nós, os nove vereadores, temos uma história de sucesso interna e externa para celebrar, agora com a presidência vamos sair do lugar, parar de girar em círculos e fazer esse município avançar para as oportunidades.

 

Precisamos ter uma maioria consistente que evite o fisiologismo, ou seja, que evite atitude política corrupta a cada votação importante.Precisamos de uma câmara que tenha autenticidade partidária para que a política recupere sua dignidade. Não podemos deixar separar o povo dos vereadores, isso por que em uma democracia a política é um gênero de primeira necessidade. Não podemos aceitar a transformação da política local em um NEGÓCIO PRIVADO, temos que idealizar e fazer a política nesse município recuperar seu espaço ideal, e assim passar a transformar a vida das pessoas.

A história tem seu ritmo próprio e nós temos que conviver com a velocidade possível, assim se uma mulher casar-se com um homem não terá um filho em quatro meses e meio, terá que passar por um curso possível de tempo, assim é a administração.

 

A vida não se resume a disputa pelo poder político ou a busca do lucro, ainda quando sejam capítulos legítimos, nos precisamos também de boas causas, de boas idéias, e de responsabilidade social coletiva em busca de soluções originárias e construtivas para os problemas do município, ou seja, o bem pelo bem, agentes do bem, agentes da transformação social, em muitas áreas.Áreas que não só dependem do governo, mas de todos nós, como por exemplo:

– A adoção de uma praça;

– A adoção de uma escola carente ou um projeto social:

– A assistência social e judicial ao pobre;

– O apoio financeiro e logístico aos abrigos de menores infratores e

dependentes químicos;

– Projetos de arborização;

-Ensino à distância, com apoio de computadores às comunidades;

-Entre outros.

 

Todos esses projetos podem ser implantados e ajudados por nós, pela sociedade, pelo empreendedor, sindicais, associações, entre outros. Nós temos em nosso município, RICOS suficientes para ajudar a sociedade carente e não para fazer da política seu sustento. Isso é vergonhoso para nossa alma, nosso ego e legado. Devem contribuir com o templo social com dinheiro e com idéias, essas pessoas ganharam dinheiro graças ao município e agora tem que enxergar em si o dever de dar alguma coisa em troca.

A sociedade não pode ficar a mercê da administração pública, temos que ter, todos nós, espírito público para fazer o nosso município avançar em dados e estatísticas positivas.

 

A frase magistral de Gandhi “Seja a mudança que você quer ver no mundo”, revela aspectos de mudanças que parte de si próprio o começo da revolução social positiva.

 

Nós temos a necessidade de florescimento da sociedade civil para um mundo melhor.

 

Temos que ser livres em liberdades ideológicas e alegria de viver, para alcançarmos a transformação que desejamos e almejamos para a vida futura.

 

O gosto da vitória é melhor do que o da derrota, mas não menos difícil.

 

Feliz 2015 à todos e que Deus possa iluminar com sua presença a casa de cada pessoa neste município.

Luis Eduardo Magalhães-Estado da Bahia-Brasil, em  02 de Janeiro de 2015

Elton Alves de Almeida- Presidente da Câmara de Vereadores de Luis Eduardo Magalhães

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*