Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



LÍDICE NEGA INTERFERÊNCIA DE EDUARDO CAMPOS NA BAHIA E RESSALTA QUE PP PROCUROU PSB

Publicado em: 04/12/2013

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.IzH6xznDVA
Candidata ao governo da Bahia, a senadora Lídice da Mata (PSB) considerou um “equívoco total” e um “raciocínio muito confuso” a fala do candidato do PT à sucessão estadual, o chefe da Casa Civil, Rui Costa, sobre uma “interferência indesejada” do governador de Pernambuco, Eduardo Campos – postulante socialista à Presidência da República – nas eleições do Bahia. O petista afirmou que os “baianos não querem ser governados pelos interesses de Pernambuco”. “Que interferência no estado da Bahia? Eduardo é presidente do partido e candidato à Presidência da República. É natural que o PSB da Bahia o apoie. Não vejo nada que mereça a minha observação. Eu não compreendi o que é isso”, declarou a senadora. Ao comentar a reunião ocorrida entre a cúpula do PP baiano e o chefe do Executivo pernambucano, Lídice voltou a estranhar o uso do termo “interferência” por Rui Costa. “Eduardo não veio aqui. Foi o PP que foi até lá conversar com ele. Não foi Eduardo que procurou o PP”, defendeu. A parlamentar negou que sua candidatura seja um mero reflexo do projeto de Eduardo Campos, como sugeriu o chefe da Casa Civil de Jaques Wagner. “Antes de Eduardo ter confirmado sua candidatura, a minha já estava colocada”, pontuou. Lídice ainda reiterou as palavras usadas pelo líder do PSB sobre a chapa formada por ela e a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon. “É isso mesmo; é uma chapa para vencer”, resumiu.por Rodrigo Aguiar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*