Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

LÍDICE DESCARTA EXPULSÃO, ENALTECE AMIZADE E CONFIRMA ENCONTRO COM MARCELO NILO

Publicado em: 11/2/2022

A deputada federal e presidente estadual do PSB Lídice da Mata colocou panos quentes na possível saída de Marcelo Nilo do partido. Lídice descartou a expulsão do deputado federal e reafirmou que deve ter um encontro com o ainda correligionário para solucionar os impasses, durante entrevista ao Bahia Notícias no Ar, da Salvador FM, nesta quinta-feira (10).

“Não estamos discutindo esse assunto. Não passa pela minha cabeça sair expulsando ninguém. Acho que, no entanto, temos que ficar de acordo com a política do partido. O partido vai apoiar a candidatura de Wagner. Me parece um contrasenso um candidato estar no partido e não ter essa posição. É uma situação que vamos falar pessoalmente, já nos procurou para conversar, queremos também. Não temos a intenção de tornar público antes de conversar”, comentou. 

Lídice também enalteceu Nilo e assinalou a amizade entre ambos. Nilo estaria possivelmente magoado pela falta de esforço do governo para mantê-lo na base (veja mais), Nilo foi afagado por lideranças do grupo liderado pelo ex-prefeito ACM Neto (UB) (relembre aqui). Além disso, já foi incluído em uma possível chapa majoritária para as eleições de 2022 (reveja aqui).

“Marcelo é meu amigo e sempre foi. Conhecemos desde jovem, sou amiga da sua esposa, contemporânea minha da universidade. Somos amigas de Alagoinhas. Não tenho nada pessoal contra Nilo. Mas o PSB, no entanto, tem uma posição de apoio a Rui Costa e uma campanha de Jaques Wagner e este apoio é um apoio político ideológico. Na primeira vez que Wagner foi candidato, o PSB apoiou antes da decisão e convenção do PT. Isso se refere a programa, confiança de prática política, uma concepção política de esquerda. Eu gostaria que Marcelo Nilo continuasse no PSB, desde que seguindo a posição política, de apoiar a Wagner, como decisão estadual”, revelou ao BN. 

A parlamentar também explicou que a decisão teria o respaldo do diretório nacional. “Carlos Siqueira tem usado como referência o apoio nacional ao PT na Bahia, Piauí e Ceará, como uma necessidade de uma contrapartida no Maranhão, Espírito Santo, Pernambuco. Temos outros estados que buscamos apoio. O presidente sempre enfatiza isso, o apoio de Wagner na Bahia. Ele me disse que sempre que falasse do apoio do PSB a candidatura de Wagner, falasse que também é uma decisão nacional”, finalizou.

CARGO NA SEAP

Uma das últimas gotas que transbordaram o copo da relação de Nilo com o governo foi a saída do secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte Neto (veja mais), indicação do deputado. Com o desligamento, o PSB ainda deve conversar com Rui Costa para ajustar se o partido indicará o sucessor.

“Não conversamos com o governador. Me pareceu uma questão de Nestor. Ele já havia me procurado para comunicar que entregaria o cargo, já que tinha sido indicado por Marcelo Nilo. E ele retirando o apoio ao governador, ele não se sentia à vontade em permanecer na pasta”, disse Lídice.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*