Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









Itabuna, Feira e Conquista receberam maiores valores para enfrentamento da Covid na Bahia

Publicado em: 07/8/2020

por Jade Coelho

Itabuna, Feira e Conquista receberam maiores valores para enfrentamento da Covid na Bahia

Foto: Prefeitura de Itabuna/Divulgação

A Bahia recebeu R$ 1,2 bilhão em recursos do governo federal para o enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus. A verba emergencial foi enviada tanto para o estado quanto municípios, e até agora R$ 21,2 bilhões foram executados em todo o país. Entre as cidades baianas do interior, Itabuna, no sul do estado, foi a que recebeu mais recursos. Os dados foram consultados pela reportagem no Portal da Transparência nesta quinta-feira (6).

 

A União destinou R$ 33 milhões para a cidade gerida pelo prefeito Fernando Gomes. Itabuna contabiliza 6.275 registros de infectados pela Covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com o boletim mais recente da Secretaria da Saúde (Sesab).

 

Em abril, o município registrou alta taxa de propagação e incidência do coronavírus. O fato acendeu o alerta do governo estadual, e fez com que o governador Rui Costa (PT) chamasse a atenção dos gestores da região (leia aqui e aqui). Além disso, em maio a cidade chegou a ser a segunda com mais casos de Covid-19 no estado (lembre aqui).

 

O município entrou no noticiário nacional em julho com a repercussão de um declaração do prefeito Fernando Gomes. Na ocasião ele falava da reabertura do comércio em Itabuna quando afirmou que as atividades seriam retomadas “morra quem morrer” (veja aqui). A fim de minimizar a crise, a gestão municipal disse que ele foi mal interpretado e o governador Rui Costa (PT) interveio, decretando toque de recolher (saiba mais aqui).

 

O Comitê Científico do Consórcio Nordeste recomendou em julho a instituição imediata de lockdown em Salvador, Feira de Santana, Itabuna e Teixeira de Freitas. A sugestão implicava na proibição de circulação de pessoas durante todo o dia e suspensão total de atividades não essenciais (saiba mais aqui).

 

Localizada no Portal do Sertão, Feira de Santana foi a segunda cidade baiana do interior que mais recebeu recursos. Um montante de R$ 27 milhões foi encaminhado pelo governo federal para a cidade.

 

Foi em Feira que aconteceu a detecção do primeiro caso de infecção pelo coronavírus no estado, há exatos cinco meses, em 6 de março (relembre aqui). Até esta quinta, o município ligado a Salvador pela BR-324 e gerido por Colbert Martins era o segundo com mais casos confirmados da doença na Bahia, com 8.698, além de 97 mortes e um coeficiente de incidência de 1.414,60 por 100 mil habitantes.

 

Vitória da Conquista, no Sudoeste da Bahia, recebeu o terceiro maior valor: R$ 17.697.853,03. A cidade registra até agora 2.885 infectados desde o início da pandemia e 60 mortes.

 

Barreiras, no Oeste do estado, e Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), completam a lista das cinco cidades que receberam as maiores transferências.

 

Com 1.949 casos confirmados, 30 mortes por Covid-19 até o momento e um coeficiente de incidência por 100 mil habitantes de 1.253,87, Barreiras recebeu R$ 15 milhões. Enquanto o recurso destinado a Camaçari foi da ordem de R$ 14,6 milhões. O município da RMS teve até então 4.380 diagnósticos positivos para a infecção pelo coronavírus e 59 mortes.

 

Jacobina foi o 6º município a receber mais recursos. A União destinou R$ 13,8 milhões à cidade localizada no Piemonte da Diamantina. Juazeiro aparece em seguida com  R$ 13,1 milhões, depois Ilhéus com  R$ 11,8 milhões, Lauro de Freitas com R$ 10,6 milhões e Alagoinhas com R$ 10,4 milhões.

 

Confira quanto cada cidade recebeu:

Clique na imagem para ampliar

Arte: Priscila Melo/ Bahia Notícias

 

QUEM MENOS RECEBEU

Na outra ponta desta lista, entre os municípios que menos receberam verba para o enfrentamento da emergência de saúde pública causada pela pandemia da Covid-19 está Aramari.

 

A cidade de 11,3 mil moradores localizada no Agreste Baiano recebeu o equivalente a R$ 6,97 por habitante. O governo federal enviou ao município R$ 79.480,82.

 

Aramari somava, até o último boletim da Sesab, 84 infectados pela Covid-19.

 

Não muito longe dali, há apenas 62 km de distância, Itanagra recebeu o segundo menor valor, mas já na casa dos 100 mil. A União destinou R$ 128.646,60 ao município que até agora registrou 15 casos de Covid.

 

Presidente Jânio Quadros também aparece nesta ponta da lista de transferências. A cidade recebeu R$ 139,8 mil. Com 12,3 mil habitantes, o município já confirmou 150 casos do novo coronavírus. 

 

Confira na tabela os 10 municípios que receberam os menores valores:

Clique na imagem para ampliar

Arte: Priscila Melo/ Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*