Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



IRRITADO,MINISTRO DO SUPREMO CHAMA DILMA DE “OMISSA”

Publicado em: 26/2/2015

images_cms-image-000420453

Irritado com a demora da presidente Dilma Rousseff em indicar o 11º integrante do Supremo Tribunal Federal, o ministro Celso de Mello chamou Dilma de “omissa”; “Essa omissão irrazoável e abusiva da presidente da República já está interferindo no resultado dos julgamentos. Novamente, adia-se um julgamento”, disparou Mello, durante um julgamento que terminou empatado nesta quinta-feira, 26; “É lamentável que isso esteja ocorrendo”, completou o decano do STF; ministro Marco Aurélio Mello endossou a crítica; “Veja como é nefasto atrasar-se a indicação de quem deve ocupar a cadeira”; nos últimos dias, ganharam força para substituir Joaquim Barbosa o jurista Clèmerson Merlin Clève e o desembargador Fausto De Sanctis

247 – O ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello disse nesta quinta-feira, 26, que a presidente Dilma Rousseff está sendo “omissa” ao não indicar o 11º membro da corte.

“Essa omissão irrazoável e abusiva da presidente da República já está interferindo no resultado dos julgamentos. Novamente, adia-se um julgamento. Nós estamos realmente experimentando essas dificuldades que vão se avolumando. É lamentável que isso esteja ocorrendo”, afirmou Mello, que é o ministro mais antigo do Supremo.

O ministro Marco Aurélio Mello, segundo mais antigo, disse que o atraso na indicação é “nefasto”. “Veja como é nefasto atrasar-se a indicação de quem deve ocupar a cadeira”, reclamou.

As críticas dos dois ministros vieram durante sessão de julgamento, cujo empate impediu uma decisão. Quando o placar fechou em quatro votos a quatro, deu-se o impasse. Os ministros Dias Toffoli e Gilmar Mendes não estavam presentes. Ainda que se aguarde os votos deles, há o risco de permanecer o empate.

O STF está com 10 integrantes desde julho do ano passado, quando o ex-presidente da corte Joaquim Barbosa pediu aposentadoria. Nas últimas semanas, entre os nomes dos possíveis substitutos estão os nomes de Clèmerson Merlin Clève, jurista do Paraná, e o desembargador Fausto De Sanctis, conhecido por casos de crime do colarinho branco, e que tem apoio de associações de magistrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*