Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



IBOTIRAMA:ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO- É PRECISO RENOVAR!

Publicado em: 31/1/2014

Alvara-VA-626x200
Proprietários de empresas, entidades, associações e autônomos têm até o dia 07/02/14, para efetuar o pagamento da Taxa de Fiscalização e Funcionamento – TFF 2014, sem multas e juros. O Boleto pode ser emitido no portal de serviços on-line da Prefeitura de Ibotirama, em https://ibotirama.saatri.com.br, e pago nas agências do Banco do Brasil, Correios, Caixa Econômica Federal e Casas Lotéricas.

“De acordo com o código tributário e fiscal do nosso município, todas as empresas e organizações estabelecidas em Ibotirama, incluindo sociedades ou associações, ambulantes, autônomos e microempresários devem quitar a taxa, que é um dos requisitos para obtenção do alvará de funcionamento”, esclareceu Wdson Vitor, Coordenador da Divisão de Tributos e Dívida Ativa do Município de Ibotirama.

A Taxa de Fiscalização de Funcionamento (TFF) serve para custear as despesas realizadas pela Prefeitura de Ibotirama no exercício da fiscalização das empresas instaladas no município, com o objetivo de garantir o ordenamento das atividades urbanas, atentando para questões de higiene, poluição do meio ambiente, costumes, ordem, tranquilidade e segurança pública. A TFF incide sobre atividades de pessoas físicas (autônomos) e jurídicas. O MEI – Microempreendedor Individual possui isenção da taxa.

Os valores variam de acordo com o ramo de atividade. Quem não tem acesso à internet ou tem outros débitos a pagar, pode imprimir o boleto para pagamento na Divisão de Tributos da Prefeitura, que funciona das 8:00 às 12:00 horas e das 14h às 17h à Rua JJ Seabra, nº 53.

O não pagamento da TFF deixa o contribuinte irregular e passível de autuação por parte dos auditores fiscais do município. Ações de fiscalização são feitas periodicamente.

Segundo o secretário de finanças Leôncio Júnior, a recomendação é de que todos verifiquem a situação da empresa em relação aos anos anteriores e busquem a regularização da mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*