Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









Guardas humilhados por desembargador são homenageados com medalha

Publicado em: 22/7/2020
Guardas humilhados por desembargador são homenageados com medalha

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

Após a repercussão do vídeo em que um desembargador humilha guardas municipais, os agentes foram homenageados. Cícero Hilário e Roberto Guilhermino ganharam medalhas pela conduta exemplar que tiveram no episódio. A condecoração foi dada pelo prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB).

 

Segundo a coluna de Fausto Macedo, no jornal O Estado de S. Paulo, a cerimônia foi realizada na sede da prefeitura, na presença dos familiares dos guardas, na manhã desta terça-feira (21). A gestão municipal ressaltou que a homenagem foi um reconhecimento ao serviço prestado por eles, que mantiveram a calma e o profissionalismo durante a agressão.

 

Para o agente Guilhermino, que há 18 anos trabalha na corporação, eles aprendem a lidar com comportamentos diversos no trabalho. “A gente tem que saber fazer a separação que, por trás do homem, existe um profissional capacitado para lidar com situações de tensão”, frisou.

 

Já Hilário lembra que ficou muito aborrecido com o caso, mas depois se sentiu orgulhoso ao ver como reagiu bem. “Quando cheguei em casa, depois do ocorrido, estava chateado. Minha esposa tinha visto o vídeo, minha filha estava triste com o tratamento que recebi. Depois da repercussão, vizinhos, amigos e familiares começaram a mandar mensagens de apoio e, de uma tristeza, o sentimento mudou. A gente vê que uma postura nossa gerou admiração, nosso trabalho foi reconhecido e isso trouxe orgulho para minha família”, destacou.

 

O caso em questão foi registrado no último fim de semana, quando o desembargador Eduardo Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo, não aceitou ser multado por se recusar a usar máscara. Ele chamou um dos guardas de “analfabeto”, chegou a ameaçar os profissionais, questionando “quer que eu jogue na sua cara?” e ligou para o secretário de Segurança do Estado para afrontar a multa.

 

Com o vídeo nas redes sociais, no entanto, o magistrado recebeu uma série de críticas e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou que vai apurar a situação (saiba mais aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*