Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









‘Goleiro’, Paulo Magalhães Jr. recebeu R$ 50 mil mesmo com prognóstico negativo em 2010

Publicado em: 11/12/2016
‘Goleiro’, Paulo Magalhães Jr. recebeu R$ 50 mil mesmo com prognóstico negativo em 2010

Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias  por Fernando Duarte
Vereador eleito de Salvador, Paulo Magalhães Jr. (PV) recebeu R$ 50 mil não declarados do Grupo Odebrecht quando tentou ser deputado estadual em 2010 – o que acabou não acontecendo. De acordo com o ex-executivo da empresa, Cláudio Melo Filho, o grupo não acreditava que Magalhães Jr., cujo codinome era “Goleiro”, seria eleito, “pois não tinha uma base de sustentação que o levasse a ter voto suficiente”, porém a relação pessoal acabou pesando para a doação. “Outro fator que contribuiu para a decisão da empresa sobre o pagamento é o fato de ele pertencer à Família Magalhães, tendo pai como deputado federal e parentes históricos de peso na política baiana”, cita Melo Filho. Magalhães Jr. seria ainda “Trave”, pois os codinomes/ senhas se confundem para pagamentos similares. Este segundo codinome recebeu outros R$ 50 mil do Grupo Odebrecht.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*