Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









GEDDEL APONTA CONTRADIÇÃO E IRONIZA MOTIVO APRESENTADO POR ARTHUR MAIA PARA DEIXAR PMDB

Publicado em: 26/9/2013

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.vj1hVnHNSc

O peemedebista Geddel Vieira Lima ironizou o motivo apresentado pelo deputado federal Arthur Maia para deixar a sigla e se filiar ao partido Solidariedade, capitaneado pelo colega de Câmara Paulo Pereira da Silva. Em entrevista ao Bahia Notícias, Maia explicou que tinha “dificuldade de convivência política” com os irmãos Vieira Lima e disse que saiu do PMDB para continuar na base do governo Dilma Rousseff. “Na Bahia já existe uma definição. Geddel, na última visita de Aécio Neves [senador mineiro e pré-candidato à Presidência pelo PSDB], expressou de maneira clara a tendência deles [PMDB da Bahia] de apoiar Aécio. Por uma questão de dar continuidade ao que vinha fazendo na Câmara, há três anos [decidi trocar de partido]. Sempre apoiei o governo e tive tratamento recíproco”, declarou o ex-peemedebista. O presidente estadual do PMDB não perdoou o antigo colega e apontou a contradição, ao comentar entrevista de Paulinho da Força à Folha de S. Paulo e UOL. O líder do Solidariedade classificou a presidente Dilma Rousseff como uma “inimiga” e sinalizou seu apoio à oposição em 2014, talvez até mesmo ao senador tucano, definido pelo parlamentar como “muito amigo”. “Oxe, e o meu amigo deputado Arthur Maia? Rs”, escreveu Geddel em seu perfil no Twitter nesta quinta-feira (26).
Por Rodrigo Aguiar

Os comentários estão desativados.