Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



FELICIANO CRITICA MARIA DO ROSÁRIO POR DECLARAÇÃO SOBRE BRASILEIRO EXECUTADO

Publicado em: 19/1/2015

Pastor Marco Feliciano (PSC)

Rivais habituais nos debates na Câmara dos Deputados, o pastor Marco Feliciano (PSC) e Maria do Rosário (PT) têm posições diferentes também sobre o brasileiro Marco Archer, executado na Indonésia no último sábado. Maria do Rosário escreveu ontem em seu Twitter que Archer não era herói, declaração que foi chamada de “cruel e estúpida” por Feliciano na manhã desta segunda-feira, 19. “Fosse eu ou Rachel Sheherazade a falar a mesma coisa e o mundo petista nos executaria também. (…) Esquerdopatas são assim, ambíguos, maquiavélicos, cruéis, mentirosos, falsos, arrogantes e insolentes”, escreveu Feliciano, citando a jornalista Rachel Sheherazade, famosa por posições polêmicas em relação a temas ligados aos direitos humanos. Ontem, Maria do Rosário havia escrito que era contra a pena de morte e a execução, mas que Archer não deveria ser tratado como herói. “Fui contra execução. Sou contra pena de morte. Mas que interesse há para onde as cinzas serão levadas no Brasil? O sujeito não era herói, era traficante”, escreveu a ex-ministra dos Direitos Humanos. Archer foi executado no sábado após passar mais de 11 anos preso na Indonésia por tráfico de cocaína. A morte do brasileiro causou reações no Palácio do Planalto e no Itamaraty, que afirmou que a pena cria uma “sombra” na relação entre os dois países. A presidente Dilma Rousseff se disse “consternada e indignada” com a morte.

José Roberto Castro, Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*