Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









Empresário seria articulador de esquema que sonegou R$ 75 milhões na Bahia; entenda

Publicado em: 14/10/2020

Foto: Divulgação/ MP-BA

Um dos nomes por trás da suposta organização criminosa que acumula R$ 75 milhões em dívidas tributárias com o fisco baiano é o do empresário Luiz Paulo Monteiro. Fontes ligadas ao caso disseram que ele e seu sobrinho, conhecido como Monteirinho, são a dupla apontada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) como líder do esquema criminoso.

 

De acordo com o órgão, o grupo coordenado pelos dois constituiu mais de 15 empresas em 10 anos, usando familiares, empregados e terceiros para expandir os negócios (saiba mais aqui).

 

Uma das empresas é a Big Peixe Ltda, divulgada pelo MP-BA mais cedo. A empresa tem sede em São Gonçalo dos Campos, no interior da Bahia, e tem Bianca Magalhães Monteiro como sócia-administradora. O cadastro oficial na Receita Federal indica atividade desde janeiro de 2016, com atuação na área de transporte rodoviários de carga (saiba mais aqui).

 

Junto às secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz-BA) e da Segurança Pública (SSP-BA), o MP-BA saiu às ruas de São Gonçalo dos Campos, Salvador, Feira de Santana e Camaçari, na Bahia, e Itajaí, em Santa Catarina, para cumprir 19 mandados de busca e apreensão e oito de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*