Bem Vindo ao Correio do Oeste - 11 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

EMPRESÁRIA PEDE BLOQUEIO DO SALÁRIO DE FROTA POR DÍVIDA COM BOATE GAY

Publicado em: 03/4/2019

O deputado federal está sendo processado pela Agita Cultural por um suposto calote na empresa brasiliense em 2006

Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal
Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal

 

O deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) está sendo processado pela empresa Agita Cultural por ter dado calote em uma boate gay.

O caso aconteceu em 2006, quando a empresária brasiliense Nice Pereira, dona da Agita Cultural, organizou a Festa do Orgulho Gay em Brasília, que teria Frota como convidado.

Na época o deputado atuava em filmes pornôs e seria a estrela da festa. Segundo o jornalista Guilherme Amado, da revista ‘Época’, um contrato foi assinado por Frota com o cachê de R$ 2 mil.

O ex-ator pornô teria recebido metade antes evento, além das diárias e passagens. Porém Frota não compareceu ao show, que teria uma hora e meia de duração.

O processo movido por Nice corre no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). A empresária chegou a pedir reparação de danos materiais e morai, mas só conseguiu sentença favorável para o primeiro.

Nice pede o bloqueio de salário do deputado federal para o pagamento da dívida que de R$ 30 mil, subiu para R$ 80 m

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*