Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

ELIANA CALMON APÓIA AÉCIO E DESCARTA NEUTRALIDADE

Publicado em: 11/10/2014

 

Candidata ao senado segue a posição da Rede e do PSB Nacional e se posiciona em relação às eleições 2014

A candidata do PSB ao senado pela Bahia, Eliana Calmon, terceira colocada no pleito com mais de meio milhão de votos, participou, em Brasília, de uma reunião com os seis partidos que integraram a coligação da candidata Marina Silva (PSB) à Presidência da República. Na reunião com a Rede Sustentabilidade, futuro partido da candidata Marina Silva e de Eliana Calmon, a ministra declarou seu apoio ao candidato tucano Aécio Neves. “Seria absurdamente incoerente voltar a defender um conceito que tirou o PSB do Governo e o fez caminhar até aqui”, completou. “Vou assumir a posição da Rede Sustentabilidade e do PSB nacional. Se Marina Silva e Eduardo Campos saíram do PT para criar um novo caminho, não há como apoiar esse projeto”, analisou Eliana ao ressaltar que Marina e Eduardo deixaram o Partido dos Trabalhadores por não concordar com os rumos tomados pelo grupo. Segundo a ministra Eliana Calmon, o apoio à candidatura Aécio não significa adesão ao programa tucano. “Somos a favor da alternância de poder”, diz Eliana Calmon. Durante a reunião, as lideranças da Rede defenderam suas propostas contra a redução maioridade penal e o estabelecimento de políticas sociais progressistas e de respeito ao meio ambiente. “Quanto ao plano de Governo, não desistiremos do nosso plano. Lutaremos pelos nossos ideais”, disse. Descartando a posição de neutralidade, a ministra ressaltou o seu posicionamento no segundo turno das eleições presidenciáveis. “Por decisão da executiva nacional os diretórios que não se sentirem confortáveis com a decisão, podem optar pela neutralidade. Mas eu não nunca fui neutra na minha vida não vai ser agora. Sempre assumi posição e a minha posição é a de apoiar Aécio Neves no segundo turno para presidente do Brasil”, finalizou.

O deputado Walter Feldman divulgou uma carta de Marina na qual a candidata sustenta que vai aguardar manifestação de Aécio para que ela se pronuncie em momento oportuno. Cinco partidos da coligação (PSB, PPS, PRP, PHS, PSL) anunciaram apoio ao candidato do PSDB no segundo turno da sucessão presidencial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*