Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

EDUARDO BOLSONARO VOLTA A DESACREDITAR TORTURA SOFRIDA POR MÍRIAM LEITÃO

Publicado em: 06/4/2022

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (União Brasil/SP) falou novamente sobre a tortura sofrida pela jornalista Míriam Leitão, durante a ditadura militar em 1972. Nesta terça-feira (5), durante entrevista a um canal do YouTube, Eduardo chegou a declarar que “a Míriam Leitão certamente não se sentiu ofendida” e que “ela só tem a palavra dela, dizendo que foi vítima de uma tortura psicológica”.

 

No último domingo (3), Eduardo Bolsonaro, publicou numa rede social a frase “ainda com pena da cobra”, em resposta a uma publicação feita por Míriam onde ela criticava o atual presidente Jair Bolsonaro (PL). Eduardo relembrou o episódio relatado por Míriam durante uma entrevista em 2014, onde ela revelou ter sido deixada nua numa sala escura com uma serpente. Na ocasião da tortura, a jornalista estava grávida.

 

“E ela só tem a palavra dela, dizendo que foi vítima de uma tortura psicológica quando foi jogada dentro de uma cela junto com uma cobra. Eu fico com a pulga atrás da orelha, porque você não tem um vídeo, não tem outras testemunhas, não tem uma prova documental, não tem absolutamente nada. E esse pessoal que está acostumado a mentir e que nada faz quando artigos torcem pela morte do presidente [Bolsonaro]. Fica difícil acreditar que esse pessoal é tão pró-direitos humanos, é tão assim de paz e amor”, afirmou o filho 03 do presidente Bolsonaro.

 

Após as declarações, partidos como o PSol e Rede, apresentaram um pedido de cassação do mandato do parlamentar ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*